Ney Franco critica arbitragem e uso do VAR após derrota: "Funcionou só para o Goiás"
(Rafael Bressan/ACF)

Chapecoense foi superada pelo Goiás no Serra Dourada por 3 a 1, nesta segunda-feira (09), em partida polêmica marcada com expulsão, pênalti e o uso do VAR pela oitava rodada do Brasileirão. O técnico Ney Franco mostrou-se insatisfeito com o desempenho da arbitragem e também com o VAR e não poupou críticas.

"O que foi determinante aqui hoje, na minha avaliação, foi o erro da arbitragem. Acho o seguinte: se demorar e acertar na decisão, eu acho que é justo, porque não interfere no resultado. O problema é quando demora e ainda erra. Demorou, errou na penalidade, e depois errou na expulsão. Eu não sei se o cara do VAR chamou o juiz para dar uma olhada no lance, se chamou, ele não foi. O VAR hoje funcionou só para o Goiás. Não estou reclamando, logicamente que a gente fala de uma tecnologia que está sendo implementada no Brasil agora, acho que todo mundo tem que ter paciência, isso vai melhorar."

O treinador também falou sobre a equipe e o fator principal que desestabilizou totalmente os jogadores. 

"Foi um jogo bem jogado das duas equipes. O nosso time estava fazendo uma boa partida até o momento em que teve um jogador expulso. Controlando o jogo, tendo as melhores oportunidades, ganhando o setor de meio de campo, mas depois da saída do Pacheco o Goiás cresceu na partida, fez o segundo gol e finalizou com o terceiro. A gente fez uma mudança para colocar um jogador no setor de meio de campo, mais leve, pra tentear chegar no ataque, e o Goiás soube jogar com jogador a mais, acho que foi determinante para o resultado do jogo."

Após a derrota, o clima nos interiores do clube também não é dos melhores.

"Assunto no vestiário foi depositado muito em cima destes dois erros. Logicamente existem aspectos táticos que a gente tem que trabalhar, e dentro destes aspectos, a gente teve dificuldade de jogar no Serra Dourada, que é um campo difícil de jogar, com jogador a menos, com equipe técnica. Todo mundo frustrado.". 

A Chape segue em 16º na tabela do Campeonato Brasileiro, com sete pontos. Na quinta-feira (13), enfrenta o Fluminense em casa, na Arena Conda, e espera que o fator casa contribua para arrancar a vitória e subir na colocação.

"Mais um jogo difícil, uma equipe técnica, uma equipe que tem o trabalho do Diniz com muita qualidade, time que vem encantando todos no futebol brasileiro. Confronto difícil na quinta-feira, mando de campo nosso, e a gente vai ter que ter aproveitamento, jogar melhor que hoje para que a gente possa vencer o último jogo antes da parada. A gente vai ter que ganhar o nosso jogo dentro de casa pra não ficar dependendo do resultado de outras equipes que estão atrás de nós"

VAVEL Logo