Apesar da derrota, Odair acredita que classificação está indefinida: "No Beira-Rio, somos muito fortes"
Foto: Divulgação / Internacional

Apesar da derrota, Odair acredita que classificação está indefinida: "No Beira-Rio, somos muito fortes"

Treinador ainda destacou equilíbrio do jogo e esclareceu escolha de Patrick para iniciar partida no lugar de D'Alessandro

hiquesilvestre
Henrique Vigliotti

O Internacional visitou o Palmeiras, na última quarta-feira (10), pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, e foi derrotado por 1 a 0. Após a partida, o treinador Odair Hellmann concedeu entrevista coletiva.

O comandante colorado analisou o lance do gol e a segunda etapa do jogo, afirmando que o confronto foi equilibrado.

"O jogo foi igual. O gol foi de um rebote de escanteio, bola parada. No segundo tempo, impedimos que o contra-ataque levasse perigo. Tivemos controle de posse de bola, mas não conseguimos concluir", disse o técnico.

Hellmann também comentou sobre a decisão tática de iniciar o jogo com o volante Patrick no lugar do meia- atacante D'Alessandro. Segundo o treinador, a opção foi feita visando igualar a força física e a intensidade entre os times.

"Todos viram a força dos primeiros 20 minutos, alto nível de imposição. Tentamos igualar estrategicamente essa força, esse duelo. Em alguns momentos, escapamos bem no primeiro tempo. No segundo, baixa essa carga de intensidade", esclareceu. 

Para o comandante, a classificação ainda está indefinida, já que, em casa, o Inter tem bastante força.

"No jogo de 180 minutos, a competição está bem aberta. No Beira-Rio, somos muito fortes", finalizou.

VAVEL Logo