Barroca destaca triunfo mesmo com estilo de jogo diferente: "O mais importante era vencer"
Divulgação / Botafogo

Barroca destaca triunfo mesmo com estilo de jogo diferente: "O mais importante era vencer"

Glorioso bateu o Avaí por 2 a 0 em Florianópolis e acabou com o jejum de quatro jogos sem vencer

gabrielbraga96
Gabriel Braga

O Botafogo venceu o Avaí por 2 a 0 na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro e interrompeu a sequência de quatros jogos sem vencer na competição. O time apresentou um futebol diferente de suas características, com menos posse de bola que a equipe catarinense. Durante a coletiva, o técnico Eduardo Barroca falou sobre a mudança no estilo de jogo e comemorou a vitória.

"Ganhamos fora das nossas características, mas o mais importante era vencer. Voltar a vencer, a subir na tabela e agora com foco total no Campeonato Brasileiro.

Barroca destacou a importância do gol marcado por Alex Santana, logo aos 18 do 1º tempo e disse que é um pedido seu ao grupo, que tragam a vantagem no placar para o intervalo. Marcelo Benevenuto, destaque da partida, ainda iria fazer o segundo, aos 4 da etapa final, após Marcinho cobrar falta na área.

"Acho que conseguimos essa vitória porque fizemos um gol cedo. Trazer vantagem para o intervalo é algo que venho brigando com o grupo. Todos os jogos que conseguimos isso sob meu comando, vencemos. Temos a característica de ser difícil de sermos batidos quando temos a vantagem. Estávamos em uma sequência difícil, adversário mais descansado por não ter jogado no meio de semana. Estávamos desgastados física e mentalmente. Fora a sequência ruim, que teve um peso." 

O jejum dos atacantes também foi assunto levantado durante a pós-coletiva e o comandante do Alvinegro disse que confia no grupo e acredita na melhora de desempenho. 

"Diego teve oportunidade. Mais do que isso. Não importa quem vai fazer o gol. O importante era quebrar a sequência, voltar a dar confiança, bom ambiente. A falta de vitória te desgasta, mas os jogadores foram sempre muito corretos, sérios. Por isso minha opção de manter a linearidade das escolhas. Tenho muita confiança nesse grupo, muita coisa a melhorar. Acabamos de nos cobrar um pouco. Tenho convicção grande diante do quadro que os jogadores tem apresentado sob o meu comando. Possibilidade de um horizonte muito interessante para a gente no final da competição."

Eduardo Barroca também destacou a evolução da equipe nos últimos jogos e apontou falta de sorte contra o Atlético-MG. O treinador acredita que seu elenco tem totais condições para fazer um bom campeonato nacional.

"Vínhamos em evolução. Fizemos bom jogo contra o Cruzeiro no Mineirão, fizemos um jogo equilibrado contra o Santos. Contra o Fla também fizemos partida muito boa. Colocamos vantagem, perdemos no detalhe. Vínhamos aumentando o número de chances criadas. Contra o Atlético-MG fizemos um grande primeiro tempo, infelizmente não saiu o gol. Se a gente tivesse feito o primeiro, teríamos boas chances de brigar pela classificação. Temos todas as condições de fazer um Campeonato Brasileiro muito bom. O mérito dessa vitória mais uma vez é deles. Tiveram brio, lutaram brigaram. Tiveram repertório para ganhar o jogo mesmo saindo das nossas características."

Por fim, Barroca comentou sobre sua relação com Alberto Valentim, ex-treinador da equipe carioca e atual técnico do Avaí. O Alvinegro treinava o sub-20 quando Alberto dirigiu o Botafogo.

"Respeito muito o Alberto, quando dirigiu o Botafogo eu estava no sub-20 e ele me trouxe para perto do trabalho. Uso algumas coisas que aprendi com ele, deixo um abraço e força para ele. Vou ficar na torcida para saírem dessa situação o mais rapidamente possível."

VAVEL Logo