0-1, min. 30 (2º tempo), Edenílson.
Após 15 anos, Inter voltar a vencer o Cruzeiro no Mineirão e leva vantagem na semifinal
Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Após 15 anos, Inter voltar a vencer o Cruzeiro no Mineirão e leva vantagem na semifinal

Colorado pressionou na segunda etapa e conquistou o tento com Edenilson

ritielimoura
Ritieli Moura
CruzeiroFÁBIO; OREJUELA, DEDÉ, LÉO, DODÔ; HENRIQUE, ARIEL CABRAL (MAURICIO); ROBINHO (MARQUINHOS GABRIEL), THIAGO NEVES, PEDRO ROCHA; SASSÁ (FRED). TREINADOR: MANO MENEZES.
sc internacionalMARCELO LOMBA; BRUNO, RODRIGO MOLEDO, VICTOR CUESTA, UENDEL; RODRIGO LINDOSO, EDENÍLSON, PATRICK; NICO LÓPEZ (WELLINGTON SILVA), RAFAEL SOBIS (SARRAFIORE), PAOLO GUERRERO. TREINADOR: ODAIR HELLMANN.
INCIDENCIASPARTIDA VÁLIDA PELA SEMIFINAL DA COPA DO BRASIL. O JOGO DE IDA SERÁ DISPUTADO NO MINEIRÃO, EM BELO HORIZONTE

O Internacional saiu na frente do Cruzeiro na disputa por uma vaga na final da Copa do Brasil. No Mineirão, Edenílson marcou e garantiu a vitória colorada por 1 a 0 no primeiro jogo da semifinal.

Na primeira etapa a equipe da casa teve maior controle do jogo, mas sem criar chances claras de abrir o placar. Com dificuldade para furar o bloqueio colorado, a raposa tentou colocar a bola na área por cima, mas ainda assim não levou perigo. Do lado do Inter, uma oportunidade foi criada. Nos minutos finais, Guerrero deixou para Uendel, que cruzou por baixo, e Dodô apareceu para parar a jogada.

No segundo tempo, o Cruzeiro iniciou comandando as ações. Aos 13', Henrique arriscou de longe, mas Lomba caiu para ficar com a bola.

O Colorado acordou para a partida logo em seguida e passou a pressionar. Aos 25', Wellington Silva recebeu de Edenílson e finalizou para boa defesa de Fábio. Na sequência, foi a fez de Guerrero finalizar, mas novamente o goleiro apareceu para salvar.

Não demorou muito para que a pressão dos visitantes se tornasse gol. Aos 30', Guerrero cobrou falta com categoria, Fábio voou e fez excelente defesa. No rebote Edenilson apareceu para colocar a bola no fundo da rede, abrindo o placar.

O Cruzeiro ainda tentou o empate, mas sem sucesso. Aos 44', Pedro Rocha recebeu na intermediária, deu o drible e finalizou, mas Lomba fez a defesa.

As equipes voltam a campo no dia 4 de setembro, no Beira-Rio. A bola rola às 21h30 para a grande decisão.

VAVEL Logo