Somando uma vitória nos últimos 34 jogos, Avaí e Cruzeiro buscam recuperação imediata no Brasileiro
Foto: Jamira Furlani/Avai FC

Somando uma vitória nos últimos 34 jogos, Avaí e Cruzeiro buscam recuperação imediata no Brasileiro

Leão não vence há quatro meses, enquanto Raposa só venceu um dos 18 jogos anteriores e junta os cacos após saída de Mano Menezes

bruno-da-silva
Bruno da Silva
AvaíVladimir; Léo, Betão, Kunde, Paulinho; Pedro Castro, Richard Franco; Lourenço, João Paulo, Bruno Sávio; Brenner. Técnico: Alberto Valentim
CruzeiroFábio; Orejuela, Dedé, Léo, Egídio; Henrique, Ariel Cabral; Marquinhos Gabriel, Robinho, Pedro Rocha; Sassá. Técnico: Ricardo Resende
INCIDENCIASPartida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, SC; a partida começa às 16h (horário de Brasília)

A partida deste domingo (11) na Ressacada é um confronto direto contra a zona de rebaixamento entre times que vêm de péssima fase. Avaí e Cruzeiro se enfrentam a partir das 16h vivendo uma de suas piores sequências de resultados na história. O Leão não venceu nenhuma das 13 partidas que fez no Campeonato Brasileiro, enquanto a Raposa só conseguiu uma vitória nos últimos 18 jogos, não marca há oito partidas e vem com comando interino após a demissão de Mano Menezes.

No último encontro entre as equipes, pelo Brasileiro 2017, o jogo terminou empatado em 2 a 2, no Mineirão. Thiago Neves e Judivan marcaram para o Cruzeiro, enquanto Júnior Dutra, duas vezes, fez para o Avaí. No geral, foram dez confrontos entre as equipes, com três vitórias cruzeirenses, uma do Leão e seis empates.

O árbitro da partida será Paulo Roberto Alves Junior, auxiliado por Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn. O comando do VAR será de Adriano Milczvski, José Mendonça da Silva Junior e Victor Hugo Imazu dos Santos. Toda equipe vem do Paraná.

Valentim espera 'algo a mais' do elenco para buscar a primeira vitória

Sem vencer desde abril, o Avaí já está em situação emergencial mesmo com 25 partidas ainda a disputar na Série A. A derrota em casa por 2 a 0 para o Botafogo no último domingo (4) foi a oitava do time no campeonato e decretou o pior início de um time na história do Brasileirão em pontos corridos. Em último lugar com cinco pontos conquistados, o Leão está e a sete do Fluminense, primeiro time fora do Z-4.

O técnico Alberto Valentim, que conquistou um ponto em quatro partidas a frente do Avaí, espera que a equipe consiga ir além do que apenas boas atuações e tenha força mental para buscar o resultado.

"Elogiei eles nos treinamentos, mas pedi para que nessa semana eles deem mais, em tudo. Não é porque não estão correndo. Mas é melhorar na forma de concentrar, na parte técnica. Eu vou procurar colocar aquilo que eu acho melhor no jogo. Precisamos repetir e melhorar, para dar um salto de qualidade, é muito nossa forma de não deixar cair. Independente do que aconteça durante o jogo. Pode acontecer um revés, um momento melhor do adversário, mas não podemos deixar nos abater. Mentalmente falando teremos que estar muito preparado para este jogo", destacou.

Na véspera do encontro com o Cruzeiro, torcedores do Avaí invadiram a Ressacada para cobrar os jogadores, que assistiam vídeos de partidas anteriores. A Polícia Militar foi chamada para conter os ânimos, mas nenhuma ameaça de agressão foi feita segundo a assessoria do clube.

Nesse clima, o Avaí deve ter algumas mudanças em relação à última partida. Uma das mudanças é forçada, já que Igor está suspenso pelo terceiro amarelo e deve ser substituído por Paulinho. Na defesa, Kunde deve ganhar a vaga do experiente Marquinhos, enquanto Brenner pode voltar ao time titular, entrando na vaga de Gustavo Ferrareis para uma mudança de característica no ataque.

Henrique cobra alinhamento de 'falas e ações' para tirar Cruzeiro da crise

A derrota para o Internacional em casa por 1 a 0, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil na quarta-feira (7) foi a gota d'água para a passagem de três ano de Mano Menezes no Cruzeiro. Além de ter apenas uma vitória conquistada nos últimos 18 jogos, o time está perto de completar 900 minutos sem marcar gols. No Brasileiro, a Raposa está no 17º lugar, com dez pontos.

Passagem de Mano pelo Cruzeiro tem salvação, títulos e marca importante; confira o retrospecto 

Ainda em busca de um técnico, o Cruzeiro será comandado pelo auxiliar Ricardo Resende na partida em Florianópolis. O capitão Henrique destacou a confiança em Resende e cobrou uma melhor atitude do elenco para o confronto direto contra o Avaí.

"São só dois dias para se trabalhar a equipe que vai a campo. Ele está colocando os pontos que enxerga, estava acompanhando nosso time, sempre estava no Mineirão. E se está no Cruzeiro é porque tem competência. E nós temos de buscar o resultado. Temos de conciliar a fala com as ações. Se o discurso é de sair dessa situação, temos de colocar em prática, ter atitude, colocar alma, coração em cada momento. Vencer lá trará tranquilidade para a semana de trabalho, nos dará a certeza que temos condições de reverter os momentos que os encontramos", ressaltou.

Henrique quer postura diferente do Cruzeiro em Floripa (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro EC)
Henrique quer postura diferente do Cruzeiro em Floripa (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro EC)

Ricardo Resende não poderá contar com os suspensos Fred e Rodriguinho, além do contundido Thiago Neves. Assim, Sassá e Marquinhos Gabriel ganham vaga entre os titulares, mas o time-base deve ser o mesmo que Mano Menezes vinha utilizando nas últimas rodadas.

MEDIA: 5VOTES: 2
VAVEL Logo