Ricardo Resende acredita
que empate no fim ‘eleva a moral’ do Cruzeiro
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro 

Ricardo Resende acredita que empate no fim ‘eleva a moral’ do Cruzeiro

Treinador do Sub-20 agradece confiança depositada pelos dirigentes celestes, enxerga virtudes com o desfecho da partida e fala da expectativa com a chegada de Rogério Ceni 

paulo-alfaro
Paulo Alfaro

O Cruzeiro segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. Apesar disso, a situação poderia ser ainda pior, já que a Raposa buscou o 2 a 2 com o lanterna Avaí, na Ressacada, com gol de Sassá já aos 48 do segundo tempo. O confronto deste domingo (11) contou com uma novidade que não se via a mais de três anos: um comando celeste que não estivesse ligado a Mano Menezes.

Técnico da equipe sub-20, Ricardo Resende pode mostrar seu trabalho frente a equipe profissional e, por isso, o comandante agradeceu aos dirigentes pela oportunidade dada e avaliou o confronto.

“Agradeço à confiança da diretoria. Foram três dias intensos. Procuramos melhorar algumas coisas no jogo ofensivo. A gente veio para buscar a vitória, até porque o Fluminense e a Chapecoense perderam e era a oportunidade de sair da zona do rebaixamento. De acordo com as circunstâncias do jogo, o 2 a 2 eleva o moral dos atletas, que ainda tem uma caminhada longa na temporada. O Cruzeiro tem muito potencial e espero que o Rogério Ceni possa tirar o time da zona de rebaixamento e buscar o título da Copa do Brasil.”

O treinador explica qual foi a estratégia adotada depois que perdeu Edílson, expulso. “Achei interessante colocar o Dodô para poder equilibrar ali. Eu poderia colocar mais um lateral direito, mas como a gente precisava buscar o empate, nós arriscamos um pouco e o Dodô ficou mais atrás, e o Dedé foi para a área junto com Sassá. Nós tivemos a felicidade de pressionar – mesmo com um jogador a menos -, e o Pedro Rocha fez uma partida fantástica, deu uma assistência para o Sassá, que conseguiu o nosso empate.”

Quando questionado sobre Rogério Ceni, anunciado neste domingo (11) como o novo técnico da equipe, Ricardo demonstra otimismo com o futuro trabalho e comenta sobre o perfil de elenco que Rogério vai se deparar na Toca da Raposa.

"O Rogério Ceni é um grande treinador. Tenho certeza que vai fazer um grande trabalho. Vai pegar um grupo que está mordido, que está com vontade de sair dessa situação. Vamos passar as informações. Vai encontrar atletas experientes e atletas jovens também, como o Maurício, o Ederson e o Popó. Um grupo que está muito mobilizado pela situação e todo o staff do Cruzeiro vai dar o suporte para alavancar o Cruzeiro na sequência da temporada. É fundamental essa interface da base com o profissional. O Sub-20 faz muitos coletivos na Toca II. Vou procurar estar o mais perto possível do Rogério Ceni, para aprender com ele e dar todo o suporte. Vamos dar o maior apoio e tenho certeza que ele vai fazer um grande trabalho.”

O próximo compromisso dos cruzeirenses é só no próximo domingo (18), contra o Santos, no Mineirão, 16h, em partida que marca a estreia de Rogério Ceni no comando celeste.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo