Tiago Nunes define vantagem do Grêmio na Copa do Brasil como ‘enorme’
Foto: Divulgação/CAP

Tiago Nunes define vantagem do Grêmio na Copa do Brasil como ‘enorme’

Athletico precisa vencer o jogo da volta por três gols de diferença para se classificar sem pênaltis

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

 técnico do Furacão, Tiago Nunes, falou com a imprensa após a derrota por 2 a 0 contra o Grêmio, na partida de ida da semifinal da Copa do Brasil. Com um desempenho fraco, o Furacão se colocou numa situação difícil, onde precisa de três gols ou mais de diferença para se classificar. Em caso de vitória com dois gols de diferença — lembrando que não há mais o regulamento do gol fora de casa na Copa do Brasil —, a decisão será nos pênaltis.

"Me incomoda ser derrotado da maneira que a gente foi. Perdemos muitos duelos individuais. O Grêmio toca muito a bola e, se você dá espaço, você vai sofrer muito. Fiquei chateado pelos espaços. Sofremos muito por isso, e isso me incomodou muito. O placar é circunstância dessa vantagem. Você tem que fazer um jogo de perfeição na volta", disse Tiago.

Sobre a vantagem gremista, o técnico não disfarçou sua insatisfação.

"É uma vantagem enorme do Grêmio. Temos que ter uma atuação muito melhor. Já tivemos atuações que servem de inspiração", pontuou.

O desempenho também não agradou, mas, para o técnico, a sequência de jogos fora de casa (7 nos últimos 8 jogos) também atrapalha.

"Vamos jogar em casa, conhecemos nossa qualidade dentro de casa. Temos que levar em consideração que, dos últimos oito jogos, fizemos sete fora de casa. Por mais que no segundo tempo, a gente tinha tido bons momentos, mas faltou aquela agressividade. Me incomoda, sim, mais por esses detalhes, que a gente poderia ter uma atuação melhor", finalizou.

O jogo da volta acontece apenas no próximo mês, no dia 4, na Arena da Baixada, às 19h. Antes disso, o Furacão tem quatro compromissos pelo Brasileirão, três em casa, contra Atlético-MG, São Paulo e Ceará, e um fora, contra o próprio Grêmio.

VAVEL Logo