Figueirense visita Cuiabá com risco de ceder WO pela Série B
Foto: Vinicius Nunes / Figueirense FC

Figueirense visita Cuiabá com risco de ceder WO pela Série B

Equipe catarinense viajou para o jogo, mas os atletas podem não entrar em campo caso não recebam os salários atrasados 

jullianapaulino
Julliana Paulino

Vivendo momentos distintos apesar da pouca diferença de pontuação na tabela, Cuiabá e Figueirense medem forças nesta terça-feira (20), às 21h30 na Arena Pantanal, em partida válida pela 17ª rodada da Série B do Brasileiro.

O time da casa vem de uma derrota por 2 a 1 contra o América Mineiro fora de casa, mas pretende retomar boa sequência diante do time catarinense, que passa por um momento turbulento dentro e fora de campo. 

O Figueira foi derrotado pela Ponte Preta na rodada anterior e completou seis jogos sem vencer no campeonato. Mas a preocupação do torcedor catarinense hoje é ainda maior, devido aos protestos que estão acontecendo dentro do clube. 

Dourado pode se aproximar do G-4 

Sendo derrotado apenas uma vez após a pausa para a Copa América, o Cuiabá vive uma boa fase e volta a brigar pelo G-4 caso vença o jogo diante do Figueirense. A equipe terá mudanças no time principal e confia na recuperação de boa sequência

O zagueiro Leandro Souza está cumprindo suspensão pelo terceiro amerelo e não pode ser relacionado. Já Jean Patrick, volante que está sendo sondado por clube da Série A, também não entra em campo por suspensão. 

Itamar Schülle, técnico do Dourado, volta a contar com o lateral Jonas, que não jogou a última partida por efeito suspensivo. Já na zaga, o defensor Ednei é o mais cotado para entrar no lugar de Leandro. 

Crise no Figueira e risco de WO

A última semana foi ainda mais turbulenta para o time alvinegro, quando na sexta-feira (16), 31 atletas assinaram uma notificação extrajudicial afirmando a possibilidade do elenco não jogar ou treinar até que acertos salariais sejam realizados.

Mesmo embarcando para a partida, os jogadores podem não entrar em campo caso os salários atrasados não sejam acertados até hoje (20), data do jogo. No entanto, a diretoria afirma por meio de nota que o pagamento só cairá daqui oito dias. 

Antonio Lopes, diretor de futebol do Figueirense, se mostra positivo em relação ao protesto feito pelos atletas e acredita que o time entrará em campo. Lopes afirma que os jogadores estão aptos (fisicamente) a jogar e que a falta de salário não pode atrapalhar. 

A equipe não treina desde o jogo anterior e se não entrarem em campo, Cuiabá será dado como vencedor por 3 a 0. Neste caso, é estipulada uma multa de até R$ 100 mil para o time catarinense. Se o WO precisar ser realizado mais uma vez, o clube será excluído do campeonato e, por consequência, rebaixado à Série C. 

VAVEL Logo