Mandante indigesto e segundo ataque do Brasil, Atlético-MG é o único time fora de Rio-SP no G-6
Foto: Bruno Cantini / Atlético

Mandante indigesto e segundo ataque do Brasil, Atlético-MG é o único time fora de Rio-SP no G-6

Galo possui o melhor retrospecto jogando dentro de casa e possui um dos melhores ataque de toda a temporada

izabellefranca
Izabelle França

Como bom mineiro, o Atlético-MG vem comendo pelas beiradas no Campeonato Brasileiro. Somando 27 pontos, a equipe está na quinta posição - é único clube fora de Rio de Janeiro e São Paulo entre os seis primeiros colocados. Fora que possui apenas cinco pontos de diferença para o líder Santos.

Classificação
Pontos
Jogos
Vitórias
Santos 32 15 10
Flamengo 30 15 9
Palmeiras 30 15 8
São Paulo 30 15 8
Atlético-MG 27 15 8
Corinthians 27 15 8

      Tabela mostra o equilíbrio na competição 

Segundo o Footstats, o Alvinegro consegue balançar as redes a cada nove finalizações. Apesar de quebrar o jejum de 15 jogos sem marcar, diante do Fluminense, pela 14ª rodada, o atacante Ricardo Oliveira participou de forma direta de 19 gols na temporada.

Os  vôos altos é devido ao fator Arena Independência. Indigesto,  o Atlético é o time que mais ganhou como mandante. Em 25 partidas dentro de casa, venceu 17. Contudo, não deixa a desejar como visitante. É o segundo clube que mais triunfou: 10 vezes.

Somando toda a temporada, o Galo possui melhores ataques com 79 tentos, perde apenas para o Flamengo - primeiro colocado e possui 82.

Foto: Bruno Cantini / Atlético      

Rodrigo Santana realça que o apoio da torcida é fundamental. Para provar, o treinador lembrou a sua estreia como efetivado, contra o Flamengo, pela 5ª rodada. Na ocasião, o time passou por adversidades e saiu com os três pontos - 2 a 1.

"No Horto, a torcida do Galo está muito próxima, empurrando. Meu primeiro jogo me marcou muito. Acabamos fazendo o primeiro gol, eles empataram, a torcida vibrando ao mesmo tempo. Em seguida, perdemos o Elias, ficamos com um a menos e a torcida fez a diferença. Hoje, temos o Daniel aqui, nosso preparador, e ele estava naquele jogo pelo Flamengo. Ele disse que quem ganhou aquele jogo foi a torcida, que empurrou o time, pressionou. Todo mundo saiu encantado com a torcida. [...] Esse apoio que a torcida nos dá faz a nossa equipe estar mais perto do jogo e da bola a todo instante".

Com mais de 22 mil adeptos garantidos, o Atlético-MG visa manter o retrospecto em seus domínios contra o Bahia, neste sábado (24), às 11h.

VAVEL Logo