Julgado por expulsão contra Bahia, Felipe Melo leva gancho
de quatro jogos no Brasileirão
Foto: Cesar Greco/Divulgação/SE Palmeiras

Julgado por expulsão contra Bahia, Felipe Melo leva gancho de quatro jogos no Brasileirão

Com um jogo já cumprido, Felipe ficará fora dos próximos três jogos do Brasileirão; Palmeiras irá tentar o efeito suspensivo

vv_cunha
Victor Cunha

Em julgamento na última sexta-feira (23), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou a expulsão de Felipe Melo contra o Bahia, no empate que ocorreu no último dia 11. Com isso, o tribunal deu a pena mínima de quatro jogos para o camisa 30 do Palmeiras.

Na ocasião, Felipe Melo subiu junto com Lucca, atacante do Bahia, e o acertou com o cotovelo no rosto, o que gerou a expulsão direta. O STJD julga esse ato no artigo 254-A, que se refere a “Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente”. Ainda segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, a pena poderia ser de quatro a doze partidas.

Por unanimidade na votação, ele foi suspenso por quatro partidas, a pena mínima. O Palmeiras ainda irá pedir recurso sobre essa decisão do tribunal, para conseguir um efeito suspensivo.

Felipe já cumpriu um jogo, contra o Grêmio pelo Brasileirão. Agora ele fica fora dos próximos quatro jogos do Palmeiras. Na Libertadores por uma expulsão no jogo de ida das quartas de final, contra o Grêmio. Os outro três jogos são pelo Brasileirão – os da punição do STJD – onde o alviverde enfrentará Flamengo (01), Goiás (7) e Fluminense (10), todos no mês de setembro.

Após o julgamento, Américo Espallargas, advogado do Palmeiras, falou que o Palmeiras tentará o recurso sobre essa decisão: "A gente respeita o tribunal, mas vai recorrer. A realidade do lance não é de agressão. Vamos buscar o recurso. O Felipe tem uma ficha muito boa, não é o que a gente vê na mídia. Se eu não conseguir o efeito suspensivo, não joga contra o Flamengo”.

VAVEL Logo