Botafogo tem desfalques para receber Chapecoense com escalação repetida no Rio
Foto: Vítor Souza / Botafogo

Botafogo tem desfalques para receber Chapecoense com escalação repetida no Rio

Cariocas brigam para colarem no G-6; catarinenses almejam fuga do Z-4

leo_silva997
Leonardo José

A partir das 20h, a bola rola no Nilton Santos para Botafogo e Chapecoense, no fechamento da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto os cariocas almejam encostar no G-6, os catarinenses buscam escapar da zona de rebaixamento a qualquer custo. Para seus objetivos, os dois têm desfalques.

Na 17ª, abrindo a zona de rebaixamento, a Chape soma 13 pontos e o maior objetivo este ano é não cair de divisão. Caso vença, o time catarinense chega à 15ª colocação. Em 10º, com 22 pontos, o Fogão quer a vitória para encostar no G-6 da Série A, que tem o Atlético-MG em sexto, com 27 pontos.

Botafogo com desfalques

Mandante da noite, o Glorioso não pode contar com algumas peça importantes. Além de Alex Santana, com dores e é dúvida para logo mais, Eduardo Barroca também não tem Cícero à disposição, pois ele cumpre suspensão por terceiro amarelo. Vale lembrar, que Biro-Biro segue afastado para tratamento cardíaco.

Caso Alex Santana não jogue, Rickson deve ser escalado. No entanto, no ataque carioca, Rodrigo Pimpão e Lucas Campos brigam por vaga no setor.

Provável escalação da Botafogo: ​Gatito; Marcinho, Carli, Gabriel e Gilson; Bochecha, Alex Santana (Rickson) e João Paulo; Luiz Fernando, Lucas Campos e Diego Souza. TEC: Eduardo Barroca.

Chapecoense repete o time

Para tentar surpreender no Rio, o treinador Emerson Cris vai repetir a mesma escalação da vitória (por 1 a 0) sobre o Avaí na rodada passada. Dessa forma, as ausências do Verdão ficam por conta de Douglas, Rafael Pereira, Vagner e Yann.

Em contraponto, o volante Elicarlos se recuperou de lesão na semana passada e está disponível. Ele até foi relacionado, mas deve começar no banco de reservas.

Provável escalação da Chapecoense: ​Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Campanharo, Augusto e Camilo; Arthur Gomes e Everaldo. TEC: Emerson Cris.

Arbitragem

Edina Alves Batista (Fifa-SP) é quem apita o confronto. Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Ivan Carlos Bohn (PR) são os auxiliares. Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP) é o comandante do VAR.

Histórico do confronto

A Chapecoense perdeu os últimos quatro jogos diante do Botafogo. Em 2016, também no RJ, foi quando aconteceu a última vitória do Verdão do Oeste sobre o Glorioso. Histórico entre Botafogo e Chapecoense (todos os jogos válidos pela Série A):

  • 2018: CHA 0x1 BOT
  • 2018: BOT 1x0 CHA
  • 2017: BOT 2x1 CHA
  • 2017: CHA 0x2 BOT
  • 2016: BOT 0x2 CHA
  • 2016: CHA 2x1 BOT
  • 2014: CHA 2x0 BOT
  • 2014: BOT 1x0 CHA

No retrospecto deste duelo, nunca houve um empate. Também, nenhum dos times já conseguiu marcar três gols no adversário.

VAVEL Logo
CHAT