Nenê lamenta chances perdidas em derrota para o Avaí: “A bola não
entrava de jeito nenhum”
FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

 Nenê lamenta chances perdidas em derrota para o Avaí: “A bola não entrava de jeito nenhum”

Já o zagueiro e capitão Digão lembrou da situação em 2009 e pediu o apoio da torcida até o fim

jessicaalbuquerque
Jéssica Albuquerque

O Fluminense foi derrotado por 1 a 0 pelo Avaí nesta segunda-feira (02), em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de não ter marcado nenhum gol, o Tricolor finalizou mais de vinte vezes durante a partida. Após o apito final, o meia Nenê, um dos que tiveram chances de balançar as redes, lamentou o resultado ruim. E também elogiou o goleiro Vladimir, da equipe adversária, que fez defesas importantes durante os 90 minutos.

Irritado, frustrado, inconformado. Tivemos várias chances. Eu mesmo tive uma. Fico maluco quando tenho essa possibilidade e não defino, porque é o que esperam de mim. Sou o primeiro que fico mais p*** por não ter acertado. Tivemos ainda outras várias chances e bola não entrava de jeito nenhum. Goleiro dele também estava muito bem” disse Nenê.

O zagueiro Digão também demonstrou insatisfação com o resultado e afirmou que entende as vaias da torcida após o final do jogo. No entanto, fez questão de ressaltar que a equipe não vai desistir e pediu desculpas aos torcedores.

Não vamos baixar a guarda, o campeonato continua. Vamos trabalhar para tirar o Fluminense dessa situação. Time grande é assim, a cobrança vem. Mas a gente não vai desistir. Espero que a torcida continue do nosso lado. Só pedir desculpas a eles. Vêm nos apoiando e não estamos retribuindo” disse.

FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.
FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

O capitão da equipe é o único do atual elenco que estava em 2009, quando o Fluminense teve uma arrancada heroica e se livrou do rebaixamento. Para ele, o apoio da torcida foi fundamental e espera que torcedores e jogadores continuem lado a lado para deixar a incômoda zona da degola.

Eu lembro que eu 2009 eu estava aqui naquela arrancada. Ninguém acreditava na gente. Eles provaram que a torcida faz a diferença. Espero que não nos abandonem” encerrou.

O Fluminense volta a campo no próximo sábado (07), em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo será contra o Fortaleza, no Castelão, às 17h (de Brasília).

VAVEL Logo
CHAT