Volante italiano, Marchisio tem vaga no Flamengo de Jesus
Foto: Divulgação / Zenit

A janela de transferências internacional está fechada. O Flamengo conseguiu aproveitar e trazer grandes jogadores, mas também perdeu peças importantes, a última delas, o volante Cuéllar. O jogador colombiano partiu para o Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Projetando a concorrência, o Flamengo tem para as posições defensivas de meio-campo jogadores como: Willian Arão, Gerson, Piris da Motta, Hugo Moura e Vinicius Souza, o último foi recém-promovido da base após saída do colombiano. No entanto, o jornalista Nicolò Schira, do jornal La Gazzetta dello Sport anunciou durante a semana, que o Rubro-Negro tem interesse na contratação do volante Claudio Marchisio, de 33 anos, para substituir Cuéllar.

No atual elenco do Rubro-Negro, Jorge Jesus normalmente utiliza dois volantes titulares: um de marcação e outro com melhor saída de jogo. Marchisio tem uma forte capacidade de marcação, mas também tem uma boa visão e bons passes. O italiano poderia atuar tanto como primeiro quanto como segundo volante, embora se destaque mais defendendo.

Caso o interesse vire proposta e a negociação se concretize, o Flamengo aumentaria ainda mais suas opções, a dupla de volantes mais cotada seria Gerson e Marchisio, tendo Arão e Piris como substitutos imediatos. Hugo Moura e Vinicius correm por fora nesta disputa.

Situação de Marchisio

Mesmo com o fechamento da janela nesta segunda-feira (2), Marchisio poderia chegar ao Flamengo, pois recentemente rescindiu seu contrato com o Zenit, da Rússia, estando assim livre para assinar qualquer contrato profissional sem custos. O jogador italiano ainda tinha mais um ano de contrato com o clube de São Petersburgo, mas ambas as partes chegaram a um acordo pelo encerramento do vínculo.

Marchisio pouco atuou nessa temporada, contratado sem custos ainda em 2018, o jogador realizou apenas 15 partidas pela equipe russa e anotou dois gols. As frequentes lesões atrapalharam a carreira do volante, que teve sua última partida no dia 12 de fevereiro, em uma derrota para o Fenerbahce pela Liga Europa, quando saiu machucado de campo. Em Abril, novamente se lesionou e teve que ser operado no joelho, desde então segue em recuperação.

Heptacampeão italiano pela Juventus, o volante esteve em campo por 55 vezes pela Seleção da Itália ao longo da carreira, sendo vice-campeão da Eurocopa em 2012 e disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014.

VAVEL Logo