Brasil e Colômbia têm mudanças após Copa América para amistoso em Miami
Foto: Pedro Martins / MoWa Press

Para teste e melhor entrosamento. São esses os maiores objetivos do amistoso entre Brasil e Colômbia, a partir das 21h30 (de Brasília). Em Miami, na costa leste dos Estados Unidos, a seleção de Tite não tem grandes mudanças em relação ao time que venceu o Peru na final da Copa América 2019. Do lado colombiano, o treinador Carlos Queiroz preferiu deixar de fora os astros James Rodríguez e Falcao García.

Na competição continental, a Colômbia fez a melhor campanha do Grupo B, mas caiu para o Chile nas quartas, nos pênaltis. Já o Brasil conseguiu o título ao derrotar os peruanos na decisão. Antes, os brasileiros eliminaram Paraguai e Argentina no mata-mata.

Mudança de estilo no ataque

Não tem como deixar de falar sobre Neymar, que é a grande atração do evento. Envolvido em polêmicas dora das quatro linhas, o craque canarinho faz seu primeiro jogo na atual temporada europeia (2019-20). Assim, Tite já revelou que ele será titular. Outra mudança é no gol: atual melhor goleiro da Europa, Alisson dá espaço para Ederson, arqueiro do Manchester City.

Mesmo que a base da Seleção seja a mesma da Copa América, há mudanças no estilo de jogo. Quando coma bola nos pés, Tite quer ver Firmino um pouco mais recuado, praticamente como um homem de meio-campo. Dessa fora, Richarlison, que entra na vaga de Gabriel Jesus, e Neymar ficarão com mais espaços para transição entre meio e lateral do ataque. No mais, Casemiro e Arthur formam a dupla de volantes e Coutinho fica responsável pela armação.

Escalação do Brasil: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Richarlison e Neymar e Firmino. Técnico: Tite.

Sem astros colombianos

Pelo lado da La Tricolor, Carlos Queiroz também foca em teste, porém com mudanças mais intensas. A principal delas está no meio de campo: camisa 10 colombiano, James Rodríguez está de fora da seleção para focar na reinserção no Real Madrid. Falcao García também é ausência, pois acabou de ser contratado pelo Galatasaray, da Turquia, e pediu para focar nas atividades do novo clube. Outro conhecido da torcida brasileira, Gustavo Cuéllar fica de fora pela mesma questão de Falcao: adaptação ao novo time, já que o volante ex-Flamengo chegou à Arábia Saudita recentemente.

Provável escalação da Colômbia: Ospina; Stefan Medina, Davinson Sánchez, Yerry Mina e Tesillo; Wilmar Barrios, Matheus Uribe, Guillermo e Cuadrado; Muriel Luis Díaz e Duvan Zapata. Técnico: Carlos Queiroz.

Arbitragem

Todo o trio de arbitragem é estadunidense. Árbitro principal, Ismail Elfath será auxiliado por Corey Parker e Adam Wienckowski.

VAVEL Logo