Calor atrapalha, e Botafogo-SP empata sem gols com América-MG no Santa Cruz
Foto: Estevão Germano/América-MG

Calor atrapalha, e Botafogo-SP empata sem gols com América-MG no Santa Cruz

Sob forte calor, equipes fizeram primeiro tempo morno; na segunda etapa, a partida teve mais gás, mas os jogadores não conseguiram concluir as jogadas em gol

leo-moura
Leonardo Almeida

Sob forte calor em Ribeirão Preto, Botafogo-SP e América-MG não tiraram o zero do placar no fim da manhã deste sábado (7) no estádio Santa Cruz, em partida válida 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe da casa subiu uma posição, indo para o nono lugar, com 29 pontos. Já o Coelho e ocupa a 12ª colocado, com 26 pontos.

Os 30°C de temperatura afetaram, sim, o início de jogo das duas equipes. A primeira boa chance foi com os visitantes. O volante Juninho recebeu passe de Leandro Silva pela direita e tocou para William Maranhão finalizar. A bola resvalou na zaga e foi pra escanteio. Em seguida, boa oportunidade foi com os donos da casa. Após cobrança de escanteio de Leonan, o volante Marlon Freitas levou perigo e cabeceou por cima do gol.

A primeira etapa permaneceu fria, mas quente no clima, com os times errando passes e com dificuldades na criação de jogadas. Na segunda etapa, o Coelho começou com o primeiro lance de perigo. Em mais uma jogada de Leandro Silva pela direita, o atacante Marcelo Toscano subiu livre para cabecear, mas mandou por cima do gol.

Três minutos depois, mais uma chance clara. Num pique no atacante Neto Berola, ele ganhou da defesa do adversário e ficou de cara com Darley, mas chutou fraco e o goleiro do Pantera ficou com a bola. Aos 19, o América-MG tentou de longe. O volante Zé Ricardo soltou uma bomba com o pé esquerdo e o goleiro Darley saltou e fez grande defesa.

Passados metade do segundo tempo, aos 28, Pará fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Henan conseguiu o chute, mas muito acima do gol do arqueiro americano. Logo em seguida, o próprio atacante conseguiu estufar as redes de Jori, mas o bandeira assinalou posição de impedimento.

Próximo aos acréscimos, Neto Berola no ataque preparou jogada e rolou a bola para o meia Flávio, que chutou e levou perigo às redes da Pantera.

A partida ganhou cinco minutos de acréscimos, mas não foi suficiente para os dois times tirarem no zero do placar. Num primeiro tempo com pouquíssimas chances, as duas equipes deixaram a desejar. Na segunda etapa, o nível do jogo subiu, mas faltou capricho na hora de concluir as chances em gol.

Na próxima rodada, na sexta-feira (13), o Botafogo-SP recebe o São Bento, às 19h15, pela Série B. Já o Coelho também joga em casa, contra o Criciúma, na terça-feira (10), às 21h, pela segundona.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo