Após pênalti polêmico, Tiago Nunes defende VAR e sugere treinamento para árbitros
Foto: Divulgação/CAP

Após pênalti polêmico, Tiago Nunes defende VAR e sugere treinamento para árbitros

Técnico também defendeu o investimento de tempo na qualificação dos árbitros que operam o VAR

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

O Athletico saiu com um empate da Vila Belmiro em 1 a 1, contra o Santos, na tarde deste domingo (8), em jogo válido pela 18ª rodada da Série A. Uma vitória era quase certa, já que o Furacão se defendia bem, mas aos 40 do segundo tempo Marinho invadiu a área e caiu. O árbitro chegou a dar falta fora da área, mas o VAR foi acionado, e ele decidiu por penalidade máxima, convertida por Carlos Sanchez

"Se o preço a ser pago pela presença do VAR, que é uma ferramenta boa, for a gente ter algumas situações de erro de interpretação, eu acho que todo mundo tem que aceitar esse preço, pagar esse preço. Hoje fomos prejudicados e em outro momento vamos ser favorecidos. Temos que investir tempo na qualificação dos profissionais para diminuir a margem de interpretação", disse Tiago.

Ele também falou sobre os desfalques e a utilização de jogadores considerados reservas.

"Independente dos jogadores, temos o mesmo nível de performance. Todos tiveram doações táticas e físicas. O Santos é uma grande equipe, difícil de marcar. Os dois times tiveram oportunidades de gol. Comemoro a atuação e o resultado. Temos que valorizar", comentou.

Por fim, Tiago também falou das discussões que teve com Sampaoli na beira do campo, ao final da partida.

"É coisa do jogo, não aconteceu nada. É um teste mental entre as comissões para deixar o adversário fora de seu eixo. Acontece, faz parte e não teve nada de errado", finalizou

Com o empate, o Athletico fica na 9ª colocação, com 26 pontos. A próxima partida no Brasileirão é contra o Avaí, domingo (15), às 11h. Antes, a equipe comandada por Tiago Nunes enfrenta o Internacional, também em casa, pela final da Copa do Brasil, na quarta-feira (11), às 21h30.

VAVEL Logo