Everton Ribeiro visa duelo com Santos e minimiza frase de Jesus: "O que vier de fora, fica fora"
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Everton Ribeiro visa duelo com Santos e minimiza frase de Jesus: "O que vier de fora, fica fora"

Camisa 7 do Flamengo não polemizou entrevista do treinador à revista francesa divulgada recentemente; português comentou que técnicos brasileiro são desatualizados

leo_silva997
Leonardo José

A decisão está chegando! Na tarde desta quinta-feira (12), o meia-atacante Everton Ribeiro concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu e o principal assunto foi, obviamente, o jogo decisivo diante do vice-líder Santos, que será às 17h do próximo sábado (14), no Maracanã. Assim, o camisa 7 do Flamengo projetou o confronto, comentou a participação dos treinadores estrangeiros no Brasil e falou a respeito da "polêmica" envolvendo Jorge Jesus e treinadores canarinhos.

Antes da última rodada do primeiro turno, os cariocas lideram com 39 pontos. Logo atrás, com 37, estão os paulistas. Dessa maneira, muitos torcedores e parte da imprensa trata o jogo de sábado como uma "final antecipada". Mas Everton Ribeiro não segue essa mesma linha de pensamento:

"É uma reta final de turno, tem muito campeonato pela frente. A gente tem que manter o que a gente vem fazendo jogo a jogo. Vamos entrar com o nosso melhor futebol, tentar fazer uma grande partida e tentar a vitória, que é o que a gente vem buscando a cada jogo."

Completando a resposta anterior, ER7 contou que o Fla vai buscar fazer um grande jogo frente aos santistas, que, para ele, mantém o mesmo padrão de jogo fora e dentro de casa.

"A gente sabe que faz a diferença ganhar os confrontos-direto. Por isso que, como eu falei, a gente está focado totalmente para fazer uma grande partida. É uma equipe que vem criando dificuldade jogando em casa e jogando fora. Então, a gente tem que estar muito atento com a equipe do Santos para gente não sofrer com os próprios erros que a gente possa cometer durante o jogo."

Em seguida, o jogador flamenguista disse que o modo de jogo do Santos não será adaptado ao estilo rubro-negro, expondo um pensamento a respeito da personalidade de cada time.

"Não vejo o Santos tentando se adaptar à nossa maneira de jogar, eles têm a deles. Já mostraram que jogando dentro e fora de casa são uma equipe que marca, que procura controlar o jogo como a gente. Então, acredito que vai ser um jogo muito bem jogado, com as duas equipes procurando o gol e a gente espera fazer a diferença e sair vitorioso."

"Momento de estar todo mundo aprendendo."

Os únicos dois treinadores da Série A são, curiosamente — ou não —, os dois primeiros colocados entre os 20 clubes que disputam a competição. Isso faz com que o velho debate sobre técnicos estrangeiros no Brasil fique à luz. Comandado pelo português Jorge Jesus, o "Mister", Everton avaliou que tanto os líderes estrangeiros quanto o futebol brasileiro têm a ganhar com essa troca de cultura.

"Ele (Jorge Jesus) vem com um trabalho que está mostrando resultado. A equipe está muito bem encaixada. Acho que é um momento de estar todo mundo aprendendo. A gente, que é do Brasil, está aproveitando essa oportunidade de ter uma nova cultura trabalhando aqui com a gente, novas ideias. Para eles também é bom, porque eles vão aprendendo o que tem de bom aqui no Brasil. Isso é um momento que tem todo mundo a ganhar, tanto os treinadores aqui do Brasil, que têm uma história muito boa também, que são extremamente competentes, como os que estão vindo, como o Sampaoli e o Mister, que também estão mostrando suas qualidades para todos."

A tal da frase de Jesus à revista francesa

"O que vier de fora fica fora!"

Recentemente, a revista francesa So Foot publicou uma entrevista com Jorge Jesus, feita em 2018, quando o português ainda estava no Al-Hilal, da Arábia Saudita, que continha a frase do europeu: "O treinador brasileiro já foi um pouco ultrapassado ao treinamento". Isso gerou uma certa repercussão entre os treinadores brasileiros. Alguns veículos da imprensa polemizaram toda a questão. No entanto, Everton Ribeiro ressaltou a experiente do elenco para poder lidar com assuntos desse tipo.

"Nossa equipe é uma equipe experiente. Tudo que a gente vem fazendo passa pelo treinamento, por isso a gente vem dando certo, (a equipe) não tenta fazer coisa a mais, não nos achamos os melhores. A gente sabe que tem uma equipe forte para estar brigando se nos mantermos focados a cada jogo, no treinamento, melhorando. Isso que um vai passando para o outro, e o Mister também sempre orientando. Ele (Jorge Jesus) já viveu muitas fases boas e ruins. A gente sabe que nem é tanto ao céu e nem tanto à terra. Tem que estar sempre equilibrado para a gente poder manter o nosso foco e o que vier de fora, fica fora!"

Com polêmica ou não, gostando ou não, fato é que o principal jogo até aqui deste Brasileirão é justamente o encontro entre dois treinadores estrangeiros, português e argentino. A vitória santista coloca o time paulista no topo do Brasil na passagem de turno. Mas o título simbólico da primeira metade será dado ao Flamengo caso até empate jogando em casa. No mais, o tira-teima começa às 17h do sábado (14).

VAVEL Logo
CHAT