Mesmo após derrota Sampaoli mostra confiança na equipe: "Não perdeu sua identidade"
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Mesmo após derrota Sampaoli mostra confiança na equipe: "Não perdeu sua identidade"

Técnico argentino também afirmou que Gabriel decidiu uma partida que estava igual

vitor-moura
Vítor Moura

O Santos saiu derrotado de campo na chamada "final do primeiro turno", 1 a 0 para o Flamengo, gol de Gabriel, o Gabigol. A partida válida pela 19ª rodada aconteceu no Maracanã neste sábado e deixou o Flamengo abrir cinco pontos na liderança do Campeonato Brasileiro 2019. Com o placar a equipe santista fica com 37 pontos e pode cair para terceiro caso o Palmeiras vença o Cruzeiro.

Após a derrota o técnico Jorge Sampaoli concedeu entrevista coletiva e falou que a forma de jogo de sua equipe, apesar do revés, não o preocupa.

"A equipe enfrentou um rival com muita moral e fora de casa. Não nos apequenamos, não tivemos medo, tentamos jogar. Competimos de maneira intensa. A forma que a equipe se portou me deixa tranquilo. Existem formas de perder, mas a de hoje não me preocupa. Segundo tempo faltou mais presença. Vamos nos preparar para o segundo turno da mesma fora. Vivemos jogar no Maracanã da mesma forma que jogamos na Vila. Santos perdeu o jogo, mas não perdeu sua identidade."

Além de afirmar que o Santos se portou bem na partida, Sampaoli também falou sobre que o brilho individual de Gabriel foi o que definiu a partida.

"Diante da igualdade que se deu hoje, apareceu um jogador que fez um gol que ninguém esperava. Foi muito equilibrado. Existem individualidades que resolvem, não tínhamos muito o que fazer. Nosso time foi valente, não teve medo. Fizemos o que correspondia. Faltou mais pensar na última jogada para tentar um resultado melhor. Viemos buscar a ponta do campeonato e não conseguimos. Foi um jogo igual contra uma equipe que vive um grande momento."

Uma das substituições realizadas pelo treinador argentino gerou questionamentos por parte da imprensa. Christian Cueva, meia peruano que não atua com frequência no Peixe ganhou uma chance no duelo contra o Flamengo e levou um cartão amarelo cinco minutos depois. Sampaoli deu garantias para seu elenco

"Cueva é parte do plantel. Temos seis estrangeiros, mas apenas cinco podem jogar. Tínhamos algumas ausências no meio e optamos por ele. Vamos ver o que acontece daqui em diante, o desempenho de cada um vai definir quem irá jogar".

"Vamos fazer um bom segundo turno"

A derrota para o rival direto na disputa do título do Brasileirão deixou o capitão Victor Ferraz com mais confiante e ele destacou a importância de fazer um bom returno.

"Foi um grande jogo. Eles jogaram bem, estão confiantes. Viemos com a proposta de atacar bastante. Eles não tiveram muitas chances. Foi um jogo muito parelho, de líderes. Temos de melhorar. Fizemos um bom primeiro turno. Queríamos ter terminado em primeiro. Deixamos pontos ganhos para trás. Vamos fazer um bom segundo turno. Quem sabe a gente pode pegar esse Flamengo na última rodada com chances. Na Vila, o bicho também pega."

Outro jogador a falar com a imprensa foi o goleiro Éverson, que respondeu principalmente ao gol sofrido pelo atacante flamenguista por cobertura.

"A gente sabia que seria difícil jogar aqui. Nada melhor que descansarmos e poder retomar as vitórias contra o Grêmio, na Vila Belmiro... Se eu estivesse debaixo do gol, seria uma bola defensável. O Gabigol foi feliz. Ele conseguiu bater bem".

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo
CHAT