Campeão simbólico, Jesus elogia atuação das equipes e aponta: "Santos não teve chance"
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Campeão simbólico, Jesus elogia atuação das equipes e aponta: "Santos não teve chance"

Flamengo termina o primeiro turno na liderança e abre vantagem para os demais

lucas-sousa
Lucas Sousa

Fim de jogo. O Flamengo é o campeão simbólico do primeiro turno do campeonato Brasileiro. A equipe venceu o confronto direto contra o Santos por 1 a 0, com gol marcado pelo artilheiro Gabigol, e abriu cinco pontos de vantagem para o alvinegro.

Em coletiva após a partida, o técnico Jorge Jesus minimizou a expressão "título" e elogiou o desempenho do time:

"O que representa? Fizemos um bom primeiro turno. Não mais do que isso. Título é no fim. Não estou habituado a esse chavão de "vencedor do primeiro turno". Mas tivemos qualidade de jogo. Jogo a jogo vamos tentar chegar até o final em primeiro."

Ainda sobre o jogo, o treinador elogiou bastante o desempenho de ambas as equipes e disparou contra a arbitragem:

"Vou dizer aos jogadores. Jogo do nível de Barcelona, Real Madrid, Manchester... Podem escolher. Foram o que fizeram o Flamengo e Santos. Foram poucas chances. Times se defenderam bem. Santos não teve chance de gol. O central do Santos tinha que ter sido expulso. Tudo na dúvida, é sempre contra o Flamengo.

Polêmicas, Libertadores e elenco

Ao ser perguntado sobre a polêmica recente de que teria dito que os técnicos brasileiros estavam ultrapassados, o Mister foi enfático em dizer:

"A pergunta foi boa para tirar dúvidas. Que as críticas sejam justas. Os jogadores brasileiros são os melhores do mundo, com muito talento. Tecnicamente muito evoluídos. Deixou-se de lado a tática, ao contrário da Europa. Eu não disse que os treinadores do Brasil são ultrapassados. Queria agradecer ao Cuca. Estou no Brasil. Na Europa, todos os dias falam do Flamengo. O tempo que eu estiver aqui, vou respeitar o campeonato e os treinadores. Vim pela paixão dos torcedores. Para mim, morreu o assunto!

Em determinado momento da coletiva, um jornalista argentino apontou o Flamengo como favorito à conquista da Libertadores, ao que o técnico português respondeu:

"Se os hinchas do teu país pensam que o Flamengo tem mais possibilidades de ganhar a Libertadores... melhor. Qualquer um dos quatro clubes estão próximos. Qualquer um pode vencer. Não sei qual tem mais possibilidade, mas o nosso foco agora é no Cruzeiro, em Belo Horizonte. Estamos concentrados para isso. Isso que nos interessa."

Ao ser perguntado se o elenco flamenguista é o melhor que já treinou, JJ disse:

"Já me perguntei isso... se é o melhor time que já treinei. Pode não ser a melhor, mas tenho minhas dúvidas. No primeiro ano de Benfica tinha uma equipe fabulosa. Cardozo, Saviola, Di Maria, Ramires, Aimar... Equipe criativa. Não sei qual é melhor."

Próximo confronto

Em projeção ao duelo da próxima rodada diante do Cruzeiro, em Belo Horizonte, o treinador Rubro-Negro comentou sobre o momento da equipe cruzeirense:

"Cruzeiro vamos pensar à partir de amanhã. Arrascaeta muito cansado hoje, não foi o mesmo que costuma ser. O Gabi mostrou sinais de fadiga também. Cruzeiro não faz um campeonato condizente com sua qualidade, mas quando enfrentam o Flamengo aparecem em nível alto.

No fim, o Português aproveitou a coletiva para se declarar novamente ao Flamengo e à torcida:

"Todos os jogos ficam na memória. Isso devia passar na Europa para eles verem o que é paixão, esse sentimento... Não tem essa beleza no jogo como a torcida do Flamengo põe. Agora estou como se estivesse apaixonado. Tudo está bonito. Agora falta a parte mais difícil que é ganhar os títulos que ainda estamos em disputa.

Com a vitória, o Flamengo abriu vantagem para o Santos na liderança do Brasileirão, a equipe chegou aos 42 pontos contra 37 da equipe paulista, que foi ultrapassada pelo Palmeiras — agora com 39. O próximo confronto do Flamengo é contra o Cruzeiro, no sábado (21), às 17h, em Belo Horizonte.

VAVEL Logo
CHAT