Athletico-PR volta a derrotar Internacional e conquista título da Copa do Brasil 2019
Foto: Reprodução/Staff Images

Pela primeira vez em sua história, o Athletico-PR é campeão da Copa do Brasil. O Furacão voltou a vencer o Internacional, na noite desta quarta-feira (18), por 2 a 1, no estádio Beira Rio, em Porto Alegre, e ficou com o título da competição nesta temporada, que dá uma vaga direta à fase de grupos da Taça Libertadores do próximo ano.

Quem abriu o placar foi o time visitante com Léo Cittadini. O Inter empatou pouco tempo depois, através de Nico López. No último lance do jogo, Rony fez o gol que coroou o título rubro-negro.

A partir de agora, as duas equipes voltam às atenções para a disputa do Campeonato Brasileiro e voltam a campo no próximo domingo (22). O Internacional recebe a Chapecoense, às 11h. Já o Athletico-PR visita o Vasco, às 16h, em São Januário.

Partículas agitadas

Jogando em casa e em desvantagem, o Internacional não tomou conhecimento e partiu para cima do Athletico-PR. No primeiro minuto, Nico López aproveitou o toque de cabeça de Guerrero na área e bateu firme, obrigando a Santos a fazer uma grande defesa.

Enquanto os gaúchos não acertavam a pontaria, o Furacão apostava em contra-ataques. Assim, o placar foi aberto. Aos 23 minutos, Rony acionou Marco Ruben na área, o centroavante tocou para trás e Léo Cittadini, cara a cara com Marcelo Lomba, não perdoou e silenciou o Beira Rio.

Foto: Miguel Locatelli/Athletico-PR
Foto: Miguel Locatelli/Athletico-PR

Não demorou muito e o Inter respondeu à altura. Após uma cobrança de escanteio, a bola ficou via dentro da área athleticana. Rodrigo Lindoso cabeceou o chute de Guerreiro e acertou o travessão. Na sobra, Nico López empurrou para as redes.

Soberania rubro-negra

Tudo se desenhava para um jogo de ataque contra defesa. No entanto, o ritmo das duas equipes acabou diminuindo, fazendo com que a partida não tivesse fortes emoções. Bem posicionado defensivamente, o Athletico-PR não dava espaços ao Internacional, que buscava a virada a qualquer custo.

A equipe da casa assustou a defesa rubro-negra quando Wellington Silva arriscou um bom chute, mas errou o alvo. O Furacão deu o troco com Marcelo Cirino, que aproveitou o cruzamento de Rony e cabeceou à esquerda de Marcelo Lomba.

Na reta final, o Inter se lançou ao ataque, mas não obteve sucesso. O Athletico-PR esperava a melhor oportunidade para encaixar um contra-ataque. Quando conseguiu, Marcelo Cirino fez uma linda jogada pelo lado esquerdo e tocou para Rony marcar e festejar o título.

MEDIA: 5VOTES: 2
VAVEL Logo