Avaí recebe time misto do Atlético-MG tentando largar lanterna do Brasileiro
Foto: Divulgação/Atlético-MG

Com as esperanças renovadas por conta de duas vitórias na reta final do primeiro turno, o Avaí abre a parte final do Campeonato Brasileiro diante do Atlético-MG nesta segunda-feira (23). O Leão busca deixar a lanterna e se aproximar da saída do Z-4, enquanto o Galo, que vem de cinco derrotas seguidas na competição, vai entrar em campo com time misto pensando nas semifinais da Sul-Americana. A partida na Ressacada está marcada para às 20h.

No primeiro turno, o Atlético-MG levou a melhor contra o Avaí: 2 a 1, em jogo com arbitragem polêmica no Independência. Fábio Santos e Ricardo Oliveira fizeram para o Galo, enquanto Brizuela marcou para o Leão. No geral, a vantagem mineira é enorme no confronto direto: 11 a um em vitórias e cinco empates em 17 encontros na história.

A arbitragem em Florianópolis será comandada por Caio Max Augusto Vieira (RN), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Jean Marcio dos Santos (RN). A equipe do VAR será formada por Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN), Rodrigo Nunes de Sá (RJ) e Flavio Gomes Barroca (RN).

Valentim deve mexer pouco, mas não confirma escalação do Avaí

Após passar 16 jogos sem vencer no começo do Brasileiro, o Avaí conquistou duas vitórias nas últimas três rodadas e esboça uma reação para buscar uma fuga épica do rebaixamento. No domingo (25), o time bateu o Athletico por 1 a 0, na Arena da Baixada, e chegou aos 13 pontos. Caso vença o Galo, o Leão deixa a lanterna para a Chapecoense e fica a três pontos do CSA, primeira time fora do Z-4.

Em dia de estreia do novo terceiro uniforme, o técnico Alberto Valentim não deve fazer muitas alterações na escalação do Avaí. Na lateral-direita, Iury, que saiu machucado da última partida, está fora e dá lugar a Léo. No meio-campo, João Paulo volta de suspensão e disputa vaga com Matheus Barbosa. Valentim não quis confirmar o seu time titular e valorizou as peças que tem para montar a equipe.

"O que é bom para o treinador e dá uma dor de cabeça é quando acontece isso. Primeiro, que o jogador que sai por uma suspensão, no caso do João Paulo, pelos três cartões amarelos, ele saiu bem, vinha jogando bem, e depois entrou o Matheus, que foi bem e vencemos fora. O que pesa agora? O que temos de ideia de jogo e o adversário também. Eu obedeço muito o que a minha equipe pode dar. Essa será uma escola boa para pensar, para analisar com calma", disse.

O Avaí não vence em casa por nenhuma competição desde 30 de março: 2 a 0 contra o Tubarão, pelo Catarinense. De lá para cá, foram 12 partidas, com nove empates e três derrotas. Além disso, o Leão nunca bateu o Galo em jogos da Série A do Brasileiro - a única vitória foi na Série B em 2007.

Pressionado e em fase complicada, Galo vai com time misto

Seis rodadas atrás, o Atlético-MG tinha a mesma pontuação do Flamengo, mas, no momento, pensar em briga pelo título brasileiro é utopia para o Galo. O time perdeu cinco jogos seguidos do Brasileirão e despencou para o décimo lugar, com 27 pontos, 18 atrás do primeiro colocado.

No meio de semana, os mineiros perderam de virada para o Colón por 2 a 1 na partida de ida das semifinais da Copa Sul-Americana, na quinta-feira (19). Na Série A, são cinco derrotas consecutivas, a última delas para os reservas do Internacional por 3 a 1, no Independência, no domingo (15).

Está viajando um grupo muito ligado em buscar ponto fora de casa. E ao mesmo tempo vai ficar mais uma parte do grupo trabalhando forte, porque a gente sabe da decisão de quinta-feira. O grupo está muito consciente que precisamos somar no Brasileiro, inicia o returno agora, é um jogo importante fora de casa”, disse Santana.

Apesar de todo esse panorama, o Atlético deve ser escalado com time misto na Ressacada. O técnico Rodrigo Santana vai poupar alguns titulares pensando na partida de volta contra o Colón, que acontece na próxima quinta-feira (26). Jogadores como Ricardo Oliveira, Igor Rabello e Luan, esse último voltando de lesão, podem pintar na escalação titular.

VAVEL Logo