Corinthians enfrenta Independiente del Valle no Equador em busca da final
(Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Nesta quarta-feira (25) o torcedor corintiano estará em peso para apoiar a equipe rumo a final da Copa Sul-Americana 2019. Independiente del Valle e Corinthians se enfrentam pelo segundo jogo da semifinal do torneio continental no Estádio Olímpico Atahualpa em Quito, no Equador, às 21h30, horário de Brasília.

Com a vantagem de 2 a 0 construída pela equipe vice-campeã da Copa Libertadores 2016, o Timão precisará vencer por três gols de diferença para disputar a final inédita no torneio. Vitória por 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outro resultado dará a vaga ao Independiente del Valle.

Invicto até a primeira partida da semifinal (no momento são nove jogos, quatro vitórias, quatro empates e uma derrota, 11 gols marcados e seis gols sofridos) o Corinthians terá pela frente o desafio de reverter a vantagem do adversário jogando pela primeira vez no século na cidade de Quito. Antes o alvinegro atuou três vezes na capital do Equador, venceu duas vezes e perdeu uma, inclusive um dos placares foi 2 a 0 sobre a LDU pela Libertadores de 2000.

"Temos totais condições de reverter"

Motivado por voltar a vencer após três partidas (2 a 1 no Bahia pelo Campeonato Brasileiro) a equipe do técnico Fábio Carille muda o foco de vez para fazer uma grande partida diante dos equatorianos nesta quarta-feira (25).

Antes do duelo decisivo o volante Ralf, que deve ganhar a vaga do suspenso Gabriel, e o atacante Clayson concederam entrevista coletiva e destacaram que o Corinthians pode virar a o placar desfavorável e ir para a final do torneio pela primeira vez.

"Sabemos que fizemos um jogo muito abaixo na ida, não tínhamos margem para errar e erramos. Agora, temos totais condições de chegar lá e reverter. Temos que ter mais atitude. Não podemos fugir da nossa característica", disse Ralf.

"Podemos fazer dois gols lá, como eles fizeram aqui. É fazer o jogo do ano, vale muita coisa para a gente. É entrar bem concentrado", completou Clayson.

Ralf também enfatizou o problema da altitude, o Timão jogará 2.850 metros acima do nível do mar, mas completou afirmando não ser desculpa para a partida de amanhã.

"Você tenta puxar a respiração e não vem o ponto positivo de ir um dia antes é se preparar. Eles estão acostumados, mas faremos de tudo para nos adaptar rápido. Muda muito, por isso vamos um dia antes para nos prepararmos bem. Não podemos usar a altitude como desculpa".

No Equador as dificuldades começaram logo nos treinos, uma chuva de granizo interrompeu a atividade realizada pelo elenco no estádio da LDU, também na capital. A atividade foi fechada para a imprensa, porém a assessoria do clube informou que foi possível fazer o aquecimento, um trabalho de bolas paradas e um treino de finalizações. Danilo Avelar volta ao time após se recuperar de dores na coxa esquerda.

O provável Corinthians que entrará em campo: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso, Pedrinho, Sornoza e Clayson; Vagner Love.

Sem jogar desde o primeiro duelo, del Valle entrará com força total

A equipe equatoriana não jogou desde o triunfo no jogo de ida da semifinal e terá força máxima para garantir o resultado e disputar a segunda final continental de sua história. Em 2016 perdeu para o Atlético Nacional, da Colômbia, na final da Copa Libertadores.

Nesta Sul-Americana a equipe venceu os quatro jogos que realizou em seus domínios, marcou dez gols e não foi vazado em casa. A equipe passou por Unión Santa Fé (2 a 0), Universidad Católica (5 a 0), Caracas (2 a 0) e Independiente (1 a 0).

No Campeonato Equatoriano a equipe está na quarta colocação com 48 pontos, nove atrás do líder Macará, mas com um jogo a menos.

O provável del Valle deverá contar com: Jorge Pinos; Landázuri, Luis León, Ricardo Schunke e Segovia; Alan Franco, Cristian Pellerano, Cristian Dájome, Efrén Mera e Jhon Sánchez; Gabriel Torres.

A arbitragem

Piero Maza, do Chile, será o árbitro do jogo, auxiliado por Alejandro Molina e Claudio Urrutia, também do Chile. Diego Haro, do Peru, será o responsável pelo árbitro de vídeo.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo