Roger Machado exalta atuação sólida do Bahia em vitória dominante sobre Botafogo
Roger Machado, técnico do Bahia | Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia não deu espaço para a oscilação. A equipe fez valer o mando de campo e superou, na noite desta quarta-feira (25), o Botafogo por 2 a 0. Artur e Élber marcaram os gols tricolores na partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2019 e disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA. O time não teve dificuldade em construir o resultado positivo e teve uma dominante exibição, ainda mais quando o clube carioca perdeu o lateral-esquerdo Gilson ainda no primeiro tempo.

Na entrevista coletiva concedida à imprensa minutos depois do duelo, o técnico do Esquadrão de Aço, Roger Machado, elogiou a postura de seus comandados. Para o comandante tricolor, a cobrança feita aos pontas Artur e Élber deu certo com os gols marcados pelos dois atletas nesta noite, além de destacar a postura do time em sempre jogar de maneira ofensiva e respeitosa, mesmo com um jogador a mais por quase dois terços da partida.

“A gente vinha cobrando muito dos nossos dois jogadores de beirada. Por vezes, a jogada estava se definindo e meu ponta estava lá, esperando a bola de inversão e amplitude completa do outro lado. A bola chegava em posicionamento na linha de fundo para cruzamento e ele estava longe. Hoje eles estavam próximos. Mostrou que orientações foram absorvidas. Gostei do respeito que tivemos pelo adversário, que estava inferiorizado numericamente. Não abrimos mão de atacar e buscar o terceiro gol, que podia ter saído”, disse.

Élber, um dos principais nomes do jogo | Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Élber, um dos principais nomes do jogo | Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Na entrevista, o técnico deu uma explicação muito boa na tática desenvolvida antes e durante a partida, principalmente em relação ao meia Guerra, usado nas partidas como mandante justamente com o objetivo de municiar o ataque, ajudar na criação e desenvolvimento de jogadas, a fim de impor o domínio baiano diante da torcida.

“A gente teve um pouco de dificuldade de novo no começo de jogo. A gente tentou ajustar a marcação, principalmente na saída do Guerra. O que a gente vinha tentando encontrar e buscando equilíbrio era no posicionamento para o Guerra no sistema. Organizamos muitas jogadas pela esquerda com ele articulando. Pela direita, ele também entrou bastante na área. O caminho que conseguimos é o casamento das funções. Assim vai ajustando. O trabalho é de tranquilizar o atleta, reposicionar, mostrar vídeo, dividir o conteúdo de análise, para que ele possa ter a oportunidade de se manifestar e falar das suas dificuldades no contexto coletivo. Trabalho de formiguinha. A gente não acerta tudo num único jogo, mas foi um trabalho importante de consciência dos nossos atletas”, explicou.

Guerra, meia elogiado por Roger Machado | Foto: Divulgação/EC Bahia
Guerra, meia elogiado por Roger Machado | Foto: Divulgação/EC Bahia

Em conclusão, o treinador tricolor falou sobre a derrota para o Corinthians e a vitória sobre o Botafogo: dois clubes tradicionais e que brigam pelo mesmo objetivo de estar na Libertadores da América de 2020. Roger Machado destacou que o mando de campo interfere muito no resultado de uma partida e que vai ser dessa maneira até o fim da temporada.

“Essa troca de pontos com as equipes que estão brigando conosco é natural, de certa forma. Vencer em casa e o adversário dentro da sua casa ter sua superioridade. Uma das variáveis mais relevantes entre a vitória e a derrota é o mando de campo, 60% dos jogos são vencidos pelos mandantes. Outros pontos contra equipes que têm outros objetivos, a gente tem que buscar não desperdiçar oportunidade de vencer, porque vai fazer diferença na posição na tabela. Daqui para o final do segundo turno, vai ter muito jogo parecido com esse. Todo ponto que a gente conseguir vencer em casa um adversário forte, depois empatar fora, nós deixamos um pretendente à posição junto com a gente para trás e subimos na tabela”, finalizou.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço soma 34 pontos e ocupa a sétima posição, um posto e um ponto atrás do sexto colocado, São Paulo, que ocupa a faixa de classificados à fase preliminar da Libertadores 2020. O Bahia volta a entrar em campo na próxima segunda-feira (30), quando enfrenta o Avaí no Estádio da Ressacada, em Florianópolis/SC, às 20h.

VAVEL Logo