Ceni se reúne com diretoria para definir seu futuro no Cruzeiro
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Parece que a passagem de Rogério Ceni no Cruzeiro não deve se prolongar. De acordo com a Rádio Itatiaia, após o empate contra o Ceará, na noite de ontem, o zagueiro Dedé, ainda nos vestiários da Arena Castelão, questionou a escalação da equipe sem o meio-campista Thiago Neves, que foi barrado pelo treinador.

Após a entrevista coletiva, o técnico do Cruzeiro deixou o estádio sozinho. Informações apuradas pela VAVEL Brasil confirmam que Ceni colocou o cargo à disposição da diretoria do clube. A cúpula, no entanto, sinalizou para que o treinador pedisse demissão, mas o ex-goleiro não abriu mão da multa rescisória.

No início da tarde desta quinta-feira (26), Rogério Ceni é esperado na Toca da Raposa para uma reunião com dirigentes. Segundo as primeiras informações, o intuito da conversa será definir o futuro do treinador. Nomes como Luiz Felipe Scolari e Dorival Júnior já estariam sendo cotados para assumir a equipe.

Guerra fria

A relação do meio-campista Thiago Neves com Rogério Ceni já vinha se desgastando desde a eliminação do Cruzeiro na Copa do Brasil. Em entrevista concedida depois da derrota para o Internacional, o jogador questionou a escalação da equipe, alegando que a formação não teria sido trabalhada pelo treinador.

O técnico, por sua vez, no mesmo dia, disse que nenhuma escalação teria sido definida momentos antes de um jogo. Desde então, a equipe não conseguiu desempenhar um bom futebol, acumulando tropeços e derrotas no Campeonato Brasileiro.

Neste momento, o Cruzeiro ocupa a 16ª colocação e soma 19 pontos. Dependendo de uma combinação de resultados, o time mineiro pode terminar a rodada na penúltima posição. O próximo compromisso da Raposa será na próxima segunda-feira (30), às 20h, contra o Goiás, no Serra Dourada.

VAVEL Logo