Triste com resultado, Cuca dá razão aos protestos da torcida: "Eu também estaria xingando"
(Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

O São Paulo foi derrotado pelo Goiás por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (25), no Estádio do Morumbi, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019. O gol da vitória do time visitante foi marcado pelo atacante uruguaio Leandro Barcia.

Com a derrota o Tricolor estaciona na sexta posição na tabela com 35 pontos, apenas um a mais do que o sétimo colocado Bahia na disputa por vaga na pré-libertadores do ano que vem.

Após o revés o técnico Cuca concedeu entrevista coletiva e, abatido, explicou o sentimento ruim de perder em casa, principalmente com a grande quantidade de chances perdidas durante o jogo.

"Lógico que é um sentimento ruim, porque a gente não está acostumado, porque dou razão a eles. Se eu tivesse no lugar deles eu também estaria xingando. Treinador que não ganha em casa do CSA, Goiás, que tem uma campanha quase igual fora de casa. Eu pagaria o valor do ingresso, vir aqui e perder eu ia protestar. Isso é do nosso ramo, não é o que eu queria, frustrar o torcedor, não é o que eu queria para o grupo, estar triste, mas a gente é profissional e tem que lidar com isso. Um jogo que a gente começa bem, o gol não sai e vai dando falta de confiança. Isso acontece, não adianta, você não tem um antídoto, e hoje perdemos gol com jogadores experiente. O Pablo não estava no dia dele, o Daniel Alves que não perde gol daquele jeito, o Reinaldo... Você vai criando instabilidade na perda de gols. O adversário não deu um chute no gol no primeiro tempo".

O técnico são-paulino também comentou as mudanças que fez em campo para tentar reverter o placar e que em situações assim o treinador é responsável pelo fracasso.

"Em um erro nosso de posicionamento levamos o gol. Na proposta deles foram felizes, defenderam bem. Mudei o sistema, tirei o esquema com três atacantes e fui com quatro no meio com o Igor Gomes. Eu fiz, mas não foi o suficiente. E quando não acontece a culpa é sempre a do treinador e estou aqui para explicar esse fracasso. Tem que ser grande, forte e tentar reverter isso o quanto antes. Eu não me sinto confortável, eu queria estar disputando títulos. Quando tem revés assim eu não me sinto confortável e nem a diretoria. Temos que tentar reverter".

Novamente as lesões assombraram o São Paulo durante a partida. Jonas Toró sentiu a coxa esquerda ainda no primeiro tempo e foi substituído. Éverton saiu no intervalo também pela parte física. Cuca lamentou o fato, mas afirmou ser normal.

"Lesão todo mundo está sujeito, e o Toró sentiu no mesmo lugar. O Pato também, acontece. Essa correria de hoje, toque, corrida, e você perde jogadores. Nas outras equipes também tem desfalques. O departamento médico do São Paulo, a fisioterapia é muito boa, trabalham para caramba e sofrem até mais que a gente às vezes. E de novo, não estou confortável. Derrotas em time grande você não está seguro nunca".

Por fim o treinador acusou a ansiedade como um dos fatores da ineficiência da equipe e que a meta do São Paulo na competição é lutar jogo a jogo.

"Eu acho que a ansiedade atrapalha muito. Quando se perde chances vai atrapalhando o emocional. Quem joga bola até nas peladas sabe que ela queima no pé e perde a confiança. Isso tem acontecido com alguns atletas. O padrão de jogo para discutir vai muito pelo resultado. Se você buscar as escalações, as formações não mudam de um jogo para o outro... Eu nem sei como foi a rodada ainda. A gente luta pelo jogo de sábado, essa é a luta que vale. Não vale vir aqui e falar que vai lutar por sei lá o que. O jogo é o de sábado".

"Tenho certeza de que vamos reverter essa situação"

Um dos únicos jogadores a falar com a imprensa após a derrota para o Goiás foi o lateral esquerdo Reinaldo. O camisa seis do Tricolor lamentou o pênalti perdido, a cobrança foi defendida pelo goleiro Tadeu, mas ressaltou que ainda tem muito campeonato pela frente e que a equipe pode mudar a situação.

"Infelizmente o pênalti bati um pouco sem força e o goleiro conseguiu chegar nela, foi um pouco no meio também. Paciência, levantar a cabeça. Já bati pênalti e já fiz, hoje infelizmente errei. Se tiver na próxima partida, vou com confiança bater de novo. Teve outra no segundo tempo de cabeça que acabei errando. Estamos chegando, infelizmente não estamos concluindo bem em gol. Trabalhar que tem muita competição pela frente e tenho certeza de que vamos reverter essa situação dentro de casa".

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo