Queda no Fluminense! Discussão com Ganso é a gota d’água para saída de Oswaldo de Oliveira
Foto: Reprodução/Fluminense FC

A corda arrebentou! Depois de não conseguir reerguer o ânimo dos jogadores tricolores, Oswaldo de Oliveira não é mais treinador do Fluminense. No Maracanã, em empate com o Santos por 1 a 1, o comandante de 68 anos protagonizou junto com o meio-campista Paulo Henrique Ganso um episódio desconfortável para o clube.

Ao ser substituído, Ganso saiu de campo, em direção ao banco, chamando Oswaldo de "burro", indignado com a substituição. Em resposta, o treinador direcionou o adjetivo "vagabundo" para o camisa 10. Foi necessária a intervenção de atletas e membros da comissão técnica para conter os ânimos à beira do campo. Não parou por aí.

Durante o jogo, a torcida fluminense não parava de xingar Oswaldo, que, ao fim da partida, fez gestos obscenos à ela. Dessa forma, não há clima.

Em sua terceira passagem pelo Flu, o técnico carioca somou sete jogos: duas vitórias, dois empates e três derrotas nos 31 dias que esteve à frente do grupo de jogadores.

VAVEL Logo