Tudo na mesma: empate entre CRB e São Bento deixam ambos parados na tabela
Foto: Douglas Araújo/CRB

Nada mudou no Campeonato Brasileiro da Série B 2019 em relação a CRB e São Bento. Jogo parelho, sonolento no primeiro tempo e movimentado no segundo. Um gol para cada lado e imexíveis na tabela de classificação. Alagoanos e paulistas mediram forças na noite deste sábado (28), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 25ª rodada da competição nacional e empataram em 1 a 1. Alisson Farias abriu o placar para o Galo, mas o Azulão empatou com Paulinho Boia.

Com o resultado, o Regatas permaneceu na quarta colocação, com 38 pontos, e percebeu a aproximação de outros clubes em busca do G-4, mas permaneceu no seleto grupo que garante vaga à elite em 2020 por seus concorrentes diretos também tropeçarem. O Bentão continua na zona de rebaixamento, no penúltimo lugar, com 24 pontos, mas satisfeitos pelo poder de reação e pelo ponto somado fora de casa.

Na próxima rodada, o CRB tem confronto difícil contra o América-MG às 19h15 da quinta-feira (3), na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG; enquanto o São Bento irá medir forças contra o líder Bragantino no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba/SP, às 21h30 da sexta-feira (4).

Foto: Douglas Araújo/CRB
Foto: Douglas Araújo/CRB

Poucas finalizações

Foi uma partida de poucas jogadas que realmente impressionaram. As equipes não agrediam e não eram agredidas. O jogo morno aconteceu por causa da dificuldade de manter jogadas. As trocas de passes não funcionavam e não havia fluidez. Ainda assim, o CRB procurou mais o ataque e tentou impor o fator campo para dominar na etapa inicial, embora a primeira finalização no alvo tenha sido do São Bento, quando Paulinho arriscou de fora da área e Vinícius Silvestre fez a defesa aos seis minutos de jogo. O volante da equipe paulista também assustou aos 18’ em um forte chute na cobrança de falta, que o arqueiro do Galo teve trabalho para evitar a abertura do placar.

Na metade final da primeira etapa, o Regatas começou a avançar e três jogadas podem ser destacadas. Na primeira, Léo Ceará cobrou falta e Renan Rocha defendeu. Na segunda, Lucas Siqueira tentou surpreender ao completar cruzamento de Alisson Farias com cabeceio perigoso, por cima do gol. Na última tentativa, Léo Ceará tentou marcar um golaço. Alisson Farias cruzou e o centroavante emendou uma linda bicicleta, com força e direção, mas Renan Rocha saltou para fazer uma defesa tão espetacular quanto a finalização.

Foto: Douglas Araújo/CRB
Foto: Douglas Araújo/CRB

Gols e movimentação

O segundo tempo foi diferente, com mais movimentação e entrega ofensiva das duas equipes. Colaborou também o CRB ter aberto o placar aos três minutos. Léo Ceará perdeu a bola, mas Lucas Siqueira tentou recuperar com uma bicuda. Alisson Farias ficou com a sobra, fez bela jogada individual e bateu no canto esquerdo do goleiro Renan Rocha para deixar o Galo na frente. A partida ficou dinâmica porque o São Bento saiu para buscar o empate e os donos da casa não ficaram no campo defensivo e criaram chances também.

Os paulistas deram indício de que dariam trabalho quando Rodolfo encheu o pé e Vinícius Silvestre salvou. Aos 13 minutos, veio o empate. Vinícius Kiss desarmou Alisson Farias e acionou Rodolfo. O jogador cruzou pela direita, Paulinho Boia aproveitou os vacilos da defesa para finalizar de bico, no canto esquerdo do arqueiro regatiano. Enquanto os técnicos realizaram as alterações regulamentares, a movimentação era intensa e ambos assustaram. As duas melhores chances no fim do confronto foram de Ferrugem. Aos 38, o volante arriscou de longe e assustou. Três minutos depois, cobrança de falta, mas o mesmo perigo do chute. Pelota no travessão e nas mãos de Renan Rocha.

VAVEL Logo