Paraná e Coritiba fazem clássico pela Série B
Foto: Divulgação/Facebook Oficial Coritiba

 

O Paraná recebe a equipe do Coritiba na tarde deste sábado, às 16h30, na Vila Capanema, em jogo válido pela 26ª rodada da Série B do Brasileirão. Sem vencer a quatro jogos, o Tricolor da Vila figura na 11ª colocação, com 35 pontos, apenas três longe do G4. Já o rival Coritiba aparece cinco colocações acima, na 6ª posição, com 37 pontos, podendo entrar no grupo de acesso em caso de vitória.

Paraná tenta encerrar jejum de três meses sem vitórias em casa

A última vitória da equipe na Vila Capanema foi em 13 de julho, sobre o Bragantino. No total são sete partidas seguidas sem vitórias diante de seu torcedor. Mas nada é tão ruim que não possa piorar: já são quatro jogos consecutivos sem vitória na Série B.

"Isso tem nos incomodado bastante. Temos feito boas atuações, mas sabemos que futebol é resultado e isso tem incomodado. Queremos quebrar esse jejum de vitórias e que seja nesse clássico - disse em entrevista à imprensa na terça-feira", disse o atacante Judivan.

O lateral Guilherme Santos também comentou a má fase.

"É um assunto que incomoda a todos, mas tem que ser falado. É um momento de divisor de águas, sobre onde queremos chegar na competição. Dentro de casa estamos em dívida, mas nada como uma oportunidade dessas. Tomara que isso se concretize nesse fim de semana", completou.

Quanto à escalação, é provável que o Paraná jogue com a mesma pela terceira vez seguida. O técnico Matheus Costa comentou sobre a possibilidade.

"É uma possibilidade. Mas também estamos alterando algumas peças e na forma de jogar. Podemos iniciar ou encerrar da mesma forma que foram nesses dois jogos. Temos que ter essas opções dentro do elenco e sabendo que a equipe que inicia não é a mesma que termina", disse.

Desta forma, o 11 inicial deve ser: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto e Vitinho; Judivan, Jenison e Bruno Rodrigues.

Jorginho minimiza má fase adversária e pede foco total

O técnico do Coritiba, Jorginho, não se deixou levar pelos maus resultados que o Paraná vem apresentando. Para ele, o momento ruim do adversário não deve interferir no resultado da partida.

"É um jogo aberto. A gente sabe que eles vêm de resultados ruins, mas um jogo desse é um fator motivador para que as coisas mudem. Foi o que aconteceu com a minha chegada. O que me motiva muito é ver a tabela hoje como está, mas precisamos que isso é uma final e é dessa forma que vamos encarar. Mesmo jogando fora de casa e mesmo sabendo do potencial do Paraná, temos condições de vencer o jogo", disse.

Quanto à possibilidade de entrar no G4, o comandante enfatizou a vontade de voltar ao posto no grupo de acesso mesmo com um jogo a menos.

"Hoje em dia, nós treinamos realmente o jogo. Queremos alcançar o G-4 e ficar no G-4 mesmo com um jogo a menos. Os jogadores estão muito bem concentrados, fizeram um excelente trabalho. Todo mundo muito concentrado. Talvez uma coisa que eu possa falar, que eu gosto muito é da pressão pós-perda. A Série B é assim. Muitos jogos você vai ganhar mais pela entrega, pela disposição", finalizou.

Dentro de campo, Jorginho terá um problema debaixo das traves: Muralha está fora por conta do terceiro cartão amarelo, e deve dar espaço para Rafael Martins, que fará apenas sua oitava partida em 12 anos de clube. Do outro lado, ele terá as voltas de Thiago Lopes e Rafinha, que foram desfalques contra o América-MG.

O 11 inicial do Coxa deve ser: Rafael Martins, Diogo Mateus, Sabino, Romércio, William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano, Giovanni; Robson, Rodrigão, Rafinha.

VAVEL Logo