Apesar dos desfalques, Flamengo vence Chapecoense com tranquilidade
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo.

Flamengo visitou o lanterna do Campeonato Brasileiro, na manhã deste domingo (6), e mesmo com desfalques, venceu com facilidade. O placar de 1 a 0 para o líder não reflete o que foi a partida, que teve amplo domínio Rubro-Negro com 24 chutes contra cinco dos catarinenses.

No primeiro tempo, a equipe comandada por Jorge Jesus imprimiu o mesmo ritmo das partidas anteriores: pressionando a saída de bola adversária e mantendo a posse buscando sempre o ataque. A Chapecoense, se via encurralada e não conseguia sequer sair para o jogo. Quando tentava era freada por seus próprios erros de passe.

Domínio rubro-negro

Na primeira etapa, o Flamengo, com a marcação fechada da Chapecoense, foi obrigado a arriscar muitos chutes de fora da área, logo no primeiro minuto, Bruno Henrique recebeu cruzamento de Reinier e chutou para fora. A bola passou perto. Aos 12', Reinier teve boa chegada na área e finalizou de carrinho, mas não chegou ao gol.

Neste momento da partida, o Mengão chegou a 73% de posse de bola contra uma do Verdão visivelmente perdida em campo. Aos 18', Bruno Henrique acertou a trave em belo chute de fora da área, mas não parou por aí. Dois minutos depois, Pablo Marí também arriscou de longe e tirou tinta da trave.

Aos 30', novamente ele, Bruno Henrique ficou de frente para Tiepo que conseguiu boa defesa. Na sequência o goleiro bobeou na saída de bola, e camisa 27 do Flamengo quase abriu o placar. Não abriu aos 31', mas abriu aos 34'. Após cruzamento de Vitinho, Bruno Henrique só encostou a cabeça para abrir o placar. O gol foi revisado e validado pelo VAR.

Aos 43', ainda deu tempo de mais um ataque. Rodrigo Caio cabeceou por cima do gol defendido por Tiepo. Se o nome do Flamengo na partida foi Bruno Henrique, o destaque do Verdão do Oeste foi Tiepo. O jovem goleiro fechou a porta para os atacantes rubro-negros diversas vezes durante o jogo.

Menos intensidade

Bruno Henrique foi o destaque do Flamengo na partida. (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo).

O segundo tempo começou bem mais morno, os cariocas diminuíram o ritmo e apenas administraram o resultado. A Chape até tentou, aos 08', Régis avançou pela esquerda e bateu por cima do gol. Aos 16', Bruno Henrique parou em cima de Tiepo, de novo.

A entrada de Locatelli, aos 17' deu novo ânimo para os mandantes, que logo no minuto seguinte, chegaram novamente com perigo: Locatelli bateu em cima de Diego Alves. Aos 28', Everton Ribeiro passou pela defesa de Márcio Araújo e bateu de longe. A bola, no entanto, ficou do lado de fora da rede.

Aos 33', Pablo Marí acertou a trave da Chapecoense em belo cruzamento de Rafinha. Aos 43', Everaldo, artilheiro da Chape no ano, dividiu a bola na área e conseguiu finalizar, mas saiu fraca nas mãos de Diego Alves. O jogo foi até os 49', mas ficou por isso mesmo.

Tabela e compromissos

O Flamengo venceu mais uma e chegou a 10 partidas de invencibilidade pelo Brasileirão. A Chapecoense, amarga a lanterna do campeonato, e perdeu a segunda seguida.

O próximo compromisso do verdão é contra o Fortaleza, fora de casa, na quarta-feira (9), às 20h30. O Flamengo recebe o Atlético Mineiro no dia seguinte, no Maracanã, às 20h. Horário de Brasília.

VAVEL Logo