Argel Fucks credita mérito ao elenco do CSA após vitória sobre Avaí: "Confiança total em todos"
Foto: Augusto Oliveira/RCortez/CSA

O CSA conquistou mais uma vitória em casa na noite deste domingo (7). Diante da torcida, no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, o Azulão do Mutange venceu importante confronto direto contra o Avaí por 3 a 1 e viu a possibilidade de deixar a zona de rebaixamento ainda mais próxima. Com 22 pontos e no 17º lugar, a equipe azulina está apenas um ponto atrás do Ceará, primeira equipe fora da degola.

O grande responsável pelo primeiro triunfo na história sobre o Avaí, pelo quarto jogo invicto em casa e, pela primeira vez em 33 anos, marcar três gols em uma partida do Brasileirão foi o técnico Argel Fucks. Além de chamar o torcedor para jogar junto com o elenco, promoveu modificações no time titular com o objetivo de deixar o ataque mais rápido e eficiente. Nos primeiros 45 minutos, meta atingida. No segundo tempo, mais dificuldade com o empate do Avaí logo aos dois minutos, mas os três pontos foram garantidos.

+ Com pênalti polêmico, CSA vence Avaí e se aproxima de saída do Z-4

Em entrevista coletiva após o jogo, Argel explicou a mudança no meio de campo. O volante João Vitor não jogou por causa de uma virose e o meio de campo foi formado por Naldo, Jonatan Gómez e Apodi, além da entrada de Bruno Alves na direita. Ora o time jogava em um 4-3-3, ora atuava em um 4-1-4-1.

“Primeiro, precisa ter um repertório tático. E isso é trabalho de treinador, é importante treinar e trabalhar. Foram treinos fechados porque queríamos surpreender o Avaí. Ninguém imaginava o Apodi por dentro, e ainda tínhamos um segundo plano com ele na lateral e Dawhan como segundo volante. É importante o treinador extrair o máximo de cada jogador e não se apegar ao sistema de jogo. Nós vínhamos de duas derrotas seguidas e perdemos o João Vitor. Na sexta-feira, treinamos o time com um volante no 4-1-4-1. A intenção de colocar o Bruno Lopes foi para dar velocidade e força”, explicou.

Finalização de Ricardo Bueno resultou no primeiro gol do CSA na vitória por 3 a 1 sobre o Avaí | Foto: Célio Júnior/RCortez/CSA
Finalização de Ricardo Bueno resultou no primeiro gol do CSA na vitória por 3 a 1 sobre o Avaí | Foto: Célio Júnior/RCortez/CSA

Argel comentou também as mudanças que serão necessárias para a próxima rodada, contra o Internacional. O zagueiro Alan Costa recebeu o terceiro cartão amarelo e irá cumprir suspensão automática. O atacante Héctor Bustamante sentiu dores musculares e será reavaliado pelo departamento médico. O técnico azulino deixou bem claro que confia no grupo que tem e espera contar com o empenho de todos para o time permanecer na evolução que pode tirar a equipe da zona de rebaixamento mais uma vez, caso o Azulão supere o Colorado e o Ceará não vença o Grêmio.

“Nós vamos precisar usar o elenco todo. É impossível de conseguir repetir o time. Às vezes, não repete o time por lesão, cartão, suspensão. Então, vai acontecer. Era a primeira vez que nós íamos repetir o time se o João Vitor estivesse bom. São problemas que nós íamos na rotina e o planejamento sempre é o próximo jogo, que é o mais importante. Acredito que o Héctor Bustamante vai estar à disposição. O Alan Costa, que está suspenso, vai fazer recuperação física. Acredito que o João Vitor treine na segunda. O Euller vai esperar um pouco mais, o Didira também. A minha confiança é total em todos os jogadores e que todos estejam preparados para jogar”, continuou.

Em conclusão, o comandante marujo atualizou suas contas para deixar o CSA na primeira divisão do futebol nacional. Em condições normais, Argel Fucks acredita que o time precisa dobrar a pontuação atual para não depender de matemática mais complicada nas últimas rodadas. Independentemente da pontuação, o técnico comemorou bastante o resultado, pontos conquistados diante de um concorrente direto.

“Foi uma vitória convincente e importantíssima. Nós trouxemos o Ceará para a briga, o Fortaleza, o próprio Botafogo, o Fluminense, passamos o Cruzeiro. Agora só faltam sete vitórias e dois empates. Só isso”, findou.

Sem tempo para descanso, o CSA volta a jogar às 19h15 da próxima quarta-feira (9), quando enfrenta o Internacional em mais um jogo a ser disputado no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2019.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo