Para se consolidar no G-4, Corinthians recebe desfalcado Athletico
Foto: Divulgação/Site Oficial Corinthians

O Corinthians recebe a equipe do Athletico na noite desta quinta-feira (10), em jogo válido pela 24ª rodada da Série A do Brasileirão. Com o empate do São Paulo diante do Bahia e a derrota do Inter para o CSA, a equipe comandada por Fábio Carille tem uma vaga assegurada no G-4 mesmo se perder.

O Timão soma 42 pontos em 23 partidas, e está na quarta colocação, a cinco pontos do rival Palmeiras. Do outro lado, após vencer a Copa do Brasil, o Furacão tenta fazer seu melhor no Brasileirão. A equipe paranaense ocupa a nona colocação, com 34 pontos, e tenta alcançar o bolo de times que briga pelo G-6.

Corinthians pode ter menor público do ano na Arena

Apenas 19 mil ingressos foram vendidos até agora para o embate contra o Athletico. Até aqui, a equipe teve como menor público 21.120 pagantes, quando goleou o Avenida, ainda pela Copa do Brasil. Todos os setores do estádio ainda têm ingressos disponíveis, com exceção do Setor Norte, tradicionalmente reservado para a torcida organizada.

Dentro de campo, Carille terá que lidar com algumas ausências. Pedrinho é o primeiro. Ele foi convocado para a Seleção Sub-23 e não joga. Outro convocado, mas para a seleção principal de seu país, foi Sornoza. Completam a lista: Júnior Urso, Everaldo e Léo Santos, todos com problemas físicos.

Furacão tem 9 desfalques para a partida

O técnico Tiago Nunes terá que se desdobrar para escalar o Furacão que enfrenta o Corinthians. Entre os titulares que não jogarão, estão: Santos, Bruno Guimarães, Nikão e Marco Ruben. Os dois primeiros foram convocados e, além desta partida, também não enfrentam o Flamengo, no domingo. Nikão passa por tratamento no joelho após lesão contra o Bahia, enquanto o argentino Marco Ruben ainda não voltou de seu país, já que foi liberado por conta da morte de seu pai.

Mesmo com o grande número de ausências, o meia Wellington vê um jogo equilibrado pela frente. "A gente gosta de propor o jogo, de estar com a bola. Nós resgatamos isso. Todos hoje veem o Athletico diferente. A gente vai manter isso, o nosso jogo, respeitando o adversário, mas não vamos mudar a nossa identidade", disse.

Em entrevista ao GloboEsporte, Wellington também falou da força do Corinthians dentro de casa.

"Sabemos da força deles em casa, mas vamos buscar fazer os três pontos. Acredito que eles vão marcar pressão e vão buscar nos atrapalhar a nossa saída de bola. Eles estão em casa e dificilmente vão nos deixar à vontade. Vai ser um jogo parelho, vamos ter poucos minutos para definir as jogadas, porque a linha de quatro deles é muito fechada. Acredito que vai ser um grande jogo se conseguirmos colocar a nossa intensidade no jogo", completou.

VAVEL Logo