1-0, min. 65, Jonathan Gómez
CSA supera Internacional e emenda quarta vitória seguida em casa
Foto: Francisco  Cedrim/RCortez/CSA

CSA supera Internacional e emenda quarta vitória seguida em casa

Azulão do Mutange usou a estratégia correta para conquistar primeira vitória sobre a equipe colorada na história; Colorado não vence pela quarta partida seguida e técnico Odair Hellmann fica cada vez mais pressionado

tainanmelo
Taynã Melo

Uma vitória que simboliza a entrega, a dedicação e o empenho de jogadores do CSA. Se há inferioridade na qualidade do elenco, na estrutura ou no investimento, vai na base da força. E, como era esperado, o fator casa fez a diferença. Na noite desta quarta-feira (9), o Azulão do Mutange venceu o Internacional por 1 a 0 no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. Jonathan Gómez assinalou o tento da vitória do confronto, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2019.

Foi o primeiro gol e a primeira vitória na história do duelo. Os três pontos serviram para a equipe alagoana sair da zona de rebaixamento e emendar o quarto triunfo consecutivo em jogos disputados no Trapichão. Agora, o time marujo tem 25 pontos e está no 16º posto. Por outro lado, o Colorado acumula o quarto jogo sem vencer, mas permanece no sexto lugar, com 38 pontos.

Os times já voltam a entrar em campo no próximo fim de semana. O CSA abre a rodada 25 do Brasileirão diante do Goiás, às 17 horas do sábado (12), no Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO. Por sua vez, o Internacional vai buscar a reabilitação diante do Santos, às 16 horas do domingo (13), no Gigante da Beira-Rio, em Porto Alegre/RS.

Foto: Francisco Cedrim/RCortez/CSA
Foto: Francisco Cedrim/RCortez/CSA

Internacional dominante no primeiro tempo

Pelo estilo de jogo e escalações dos dois treinadores, era quase certo que o confronto seria bem disputado, intenso. Como de costume, o CSA tentou impor seu jogo para mostrar que não seria apenas uma equipe pronta para se defender. Com poucos segundos, Héctor Bustamante dominou pela esquerda e chutou. A defesa travou e Carlinhos ficou com a sobra para cruzar e Marcelo Lomba defender. Bustamante teve nova chance aos dez, quando recebeu cruzamento de Apodi e cabeceou para fora.

Depois das investidas iniciais, o Internacional passou a atacar. Com mais posse de bola, trocou mais passes, rodou o jogo e usou a trinca de meio-campistas formada por Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick. Lindoso teve duas chances seguidas de marcar. Na primeira, em forte chute da intermediária, Jordi fez a defesa. Na segunda, na entrada da área, o volante ajeitou o corpo para bater colocado e acertar caprichosamente a trave.

O Colorado permaneceu mais ativo no ataque. Ricardo Bueno saiu lesionado, Alecsandro entrou e tal mudança no ataque azulino impediu que a bola ficasse retida no campo ofensivo. Aí o Inter chegou com Guilherme Parede. Aos 25 minutos, Heitor lançou no ataque, Victor Cuesta escorou e Parede tentou chutar, mas Jordi impediu. No minuto seguinte, Neílton deu passe em velocidade para Guilherme Parede, que avançou e bateu colocado. Porém, embora marcasse, o lance foi anulado. O próprio atacante marcou outra vez e o gol novamente não valeu. Uendel acionou Guilherme Parede, que cruzou, a bola bateu em Jordi e entrou, mas estava impedido.

Depois de tanta pressão, o CSA voltou a chegar no campo de ataque nos acréscimos. Héctor Bustamante cobrou escanteio e Alecsandro testou para fora. Em seguida, Naldo arriscou da entrada da área depois de tabelar com Apodi, mas mandou fraco, nas mãos do goleiro Marcelo Lomba.

Héctor Bustamante, atacante importante para vitória do CSA sobre Internacional | Foto: Francisco Cedrim/RCortez/CSA
Héctor Bustamante, atacante importante para vitória do CSA sobre Internacional | Foto: Francisco Cedrim/RCortez/CSA

CSA equilibra e vence no pênalti

A postura do segundo tempo foi completamente oposta ao segundo tempo. A passividade foi deixada de lado, o CSA foi ao ataque e mostrou que também estava na briga pela vitória. Alecsandro quase marcou quando completou cruzamento de Carlinhos e cabeceou com muito perigo. O Internacional perdeu a força imposta no primeiro tempo. Não tinha velocidade e força para controlar o jogo. Com isso, a partida ficou mais equilibrada na etapa complementar, até que veio o lance capital.

Aos 18 minutos, Dawhan avançou pela direita e foi derrubado por Uendel dentro da área. A arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, a categoria de Jonathan Gómez. O meia argentino bateu no canto direito de Marcelo Lomba, que até se esticou, mas não impediu o gol azulino. Com a vitória assegurada no momento, os comandados por Argel Fucks apoiaram na superação individual para controlar os ataques colorados.

Porém, o desempenho do Azulão do Mutange foi tão eficiente no jogo que, embora a posse de bola permanecesse alta no lado vermelho, não havia pressão e nem força ofensiva do Internacional. Pelo contrário, o CSA esteve perto de marcar o segundo. Primeiro com Bruno Alves, ao receber o passe de Alecsandro e bater cruzado para fora. Nos minutos finais, o centroavante azulino tentou, mas Marcelo Lomba defendeu. Nada que diminuísse a importantíssima vitória azul e branca.

VAVEL Logo
CHAT