Ao encerra jejum de quase 20 jogos, Márcio celebra ‘importante’ vitória do Figueira
Foto: Patrick Floriani/FFC

O Figueirense finalmente reagiu na Série B do Campeonato Brasileiro e venceu o América-MG por 2 a 1, no Orlando Scarpelli, nesse sábado (12). Breno e Lucas Kal (contra) marcaram para o time da casa, enquanto João Cubas fez para o Coelho. Segundo o técnico Márcio Coelho, a vitória foi especial para resgatar a confiança dos jogadores e da torcida.

"O resultado foi importantíssimo. Fundamental voltar a ganhar em casa para fazer a nossa auto estima e a do torcedor ser recuperada. O resultado é consequência de um desempenho bom dentro de campo. A equipe reagiu bem após levar o gol, tivemos uma construção muito boa e finalizamos muitas vezes", disse.

A equipe foi entrou em campo com a missão de vencer a qualquer custo. Com um jejum de 18 jogos, a torcida não enxergou com bons olhos a titularidade do meia Andrigo. O comandante da equipe defendeu o jogador e afirma entender o protesto das arquibancadas.

"Eu sei que a torcida quer ganhar tudo, mas o Andrigo tava ali no campo para aguentar pressão, como já foi com outros jogadores. O Andrigo é um atleta que nos ajuda bastante, e acredito que ele possa contribuir muito ainda até o final da Série B", contou.

Sobre a permanência no cargo, Márcio revelou estar tranquilo com a situação e que respeitará qualquer decisão da diretoria.

"Eu estou muito focado. O Figueirense é muito maior do que a minha pessoa e eu estou aqui para ajudar. A gente conseguiu reverter um ambiente de muito desânimo, hoje temos sorrisos e felicidade dos atletas. E, com isso, eu espero continuar fazendo bons jogos",refletiu.

VAVEL Logo