Na Vila Capanema, Paraná e Figueirense se enfrentam em situações opostas na Série B
Foto: Matheus Dias/FFC

No sábado (19), às 19h, o Paraná recebe o Figueirense em jogo válido pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo que acontecerá na Vila Capanema tem dois adversários em situações opostas na tabela de classificação.

O Paraná almeja o acesso para a Série A, somando 44 pontos e estando em 7º lugar na competição, empatado em pontos com América-MG e Botafogo-SP. O primeiro dentro da zona de classificação é o Coritiba, com dois jogos a menos e 46 pontos. Já o Figueira quer escapar da Série C. Com 28 pontos, o time de Santa Catarina está na 19ª posição, cinco pontos atrás do Vitória, primeiro fora do Z-4.

Em boa fase

O Paraná tem crescido na competição. A prova disso são seus últimos cinco jogos, somando um empate, uma derrota e três vitória, o que deixa o clube perto da zona de acesso para a Série A do Brasileirão.

Para a partida, o técnico Matheus Costa terá a volta de Jenison, que estava suspenso na vitória sobre o Brasil de Pelotas. Quem também deve atuar é Guilherme Santos, que saiu com dores no último jogo, mas treinou normalmente.

O provável Paraná é: Thiago Rodrigues (Alisson), Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida, Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto, Alesson (Vitinho); Bruno Rodrigues, Judivan e Jenison.

Sob nova direção

Se a fase do Paraná é boa, a do Figueira já não pode ser chamada assim. Com uma vitória, dois empates e duas derrotas, o Figueirense amarga a possibilidade de cair para a Série C e uma crise financeira enorme, que complica mais ainda a situação do clube.

Para a partida, o Figueirense estará de técnico novo. Anunciado na última segunda-feira (14), Pintado fará sua estreia no Figueirense nesta temporada. E Pintado terá trabalho já neste início, pois Tony e Patrick estão suspensos para o jogo. Quem os substituiu nos treinos foram Pereira e Betinho.

O provável Figueirense é: Pegorari, Luís Ricardo, Alemão, Ruan Renato e Conrado; Pereira, Betinho e Felipe Mateus; Breno, Jefferson Renan e Rafael Marques.

VAVEL Logo