Depois de Jesus, vantagem do Flamengo para o vice é ainda maior
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Olê, olê, olê, Mister, Mister! É com essa frase em tom ritmado nas arquibancadas que a torcida do Flamengo demonstra sua gratidão ao português Jorge Jesus. Depois das gangorras e falta de identidade de jogo sob comando de Abel Braga, o treinador xodó rubro-negro soma quase um turno completo à frente do Mais Querido no Campeonato Brasileiro. Nas 17 rodadas, ele venceu 14 confrontos e perdeu apenas um. Logo, uma invencibilidade de 13 jogos.

Desde que JJ (Jorge Jesus) estreou no Brasileirão — na goleada sobre o Goiás pela 10ª rodada —, o Fla tem 47 pontos na conta. De lá para cá, a equipe que mais chega perto dos rubro-negros é o São Paulo, que somou 32. O Santos conquistou 31, o Grêmio puxou 30, enquanto Palmeiras, Corinthians e Athletico-PR venceram 29 pontos cada. Antes do português, o Flamengo de Abel Braga tinha 17 pontos e ocupava o terceira posto, oito pontos atrás do líder Palmeiras, enquanto o Santos era o segundo colocado, com 20 .

Com Jesus dando as cartas, o Rubro-Negro apenas não venceu em três rodadas: empate fora de casa contra o Corinthians, empate no Maracanã diante do São Paulo e derrota para o Bahia em Salvador. E com essa força, o Flamengo viu sua vantagem no topo da Série A aumentar de oito para dez pontos ao vencer o clássico com o Fluminense por 2 a 0 e ver o Palmeiras só empatar junto ao Athletico-PR.

LEIA MAIS: Flamengo domina Fluminense e vence com sobras no Maracanã

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Esse crescente desempenho da equipe de Jesus em 2019 faz com que o time jogue um bom futebol, com resultado, e conquistando a exigente torcida. Sem conseguir seguir no mesmo ritmo que o Fla, Palmeiras e Santos não conseguem alcançar o líder. Esse contexto deixa o Rubro-Negro com 97% de chance de título, segundo o site FiveThirtyEight, restando 10 rodadas para o fim do campeonato.

E assim, o Flamengo voltará a campo pelo Brasileirão no domingo (27), contra o CSA, no Maracanã, às 19h (de Brasília). Mas, antes, na quarta-feira (23), os cariocas têm o Grêmio pela frente, às 21h30, em jogo de volta da semifinal da tão sonhada Libertadores.

VAVEL Logo