Em jogo decisivo, Cruzeiro mede forças com Fortaleza de Rogério Ceni
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Dia de decisão na parte de baixo da tabela. O Cruzeiro recebe o Fortaleza, na noite deste sábado (26), no Mineirão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida vale muito para ambos os times, já que apenas dois pontos o separam. Em 17ª, a Raposa é dona de 28 pontos. O Leão do Pici tem 31 e está no 14º lugar.

Após um mês, a história marca o reencontro de Rogério Ceni com o time cinco estrelas. Tendo duas vitórias, dois empates e quatro derrotas, o treinador foi demitido devido uma crise no vestiário. Na sequência retornou ao Tricolor.

Anseio pela terceira vitória seguida

Depois de conseguir duas vitórias seguidas, o Cruzeiro almeja a terceira para sair da zona vermelha. O técnico Abel Braga não poderá contar com dois titulares: o zagueiro Dedé e Éderson. O primeiro passou por uma cirurgia no joelho direito, enquanto o volante recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.  

Tendo o retorno de David, o técnico vai formar a dupla de zaga com Cacá e Fabrício Bruno. A disputa pelo meio-campo fica entre Jadson e Ariel Cabral.

Provável escalação do Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique e Jadson (Ariel Cabral) Robinho, Thiago Neves e David; Fred.

Fugir da degola

Tendo apenas dois triunfos em cinco jogos, a ambição do Fortaleza é somar o maior pontos possíveis e se distanciar da turma de baixo. O lateral Gabriel Dias poderá ceder o lugar para Tinga. O atleta é bom em cruzamentos. Porém, Rogério Ceni terá Romarinho, que se recuperou da lesão.

Provável escalação do Fortaleza: Felipe Alves; Tinga (Gabriel Dias), Juan Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe e Juninho; Edinho, Romarinho e Osvaldo; Wellington Paulista.

Arbitragem

Raphael Claus (Fifa/SP) é o dono do apito, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Neuza Inês Back (Fifa/SP). José Cláudio Rocha Filho (Fifa/SP) comanda o VAR.

VAVEL Logo