Sampaoli faz mistério e deixa futuro incerto no Santos
Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Terceiro colocado no Brasileirão, com 15 pontos de diferença para o líder Flamengo, o Santos cada vez mais tem suas chances de título reduzidas drasticamente. Motivo esse, que fez Jorge Sampaoli expor em entrevista coletiva toda sua satisfação com as promessas não cumpridas pelo Presidente José Carlos Peres.

Claramente insatisfeito com a falta de planejamento por parte da diretoria santista ao longo do ano, quando as exigências de reforços e a manutenção de atletas de destaque do grupo não foram atendidas, Sampaoli rebateu a declaração de Peres, quando afirmou estar se preparando para uma possível saída do treinador.

"Tento me reservar com as declarações. Não falei com o presidente sobre minha continuidade ou não. O presidente diz que quer o time seja campeão no ano que vem, mas também diz que não haverá grandes contratações, porque o clube tem inconvenientes econômicos. Não tenho claro. Tenho que ter claro sobre o que o clube quer fazer no próximo ano, um planejamento comigo, se eu posso ser útil para o projeto que estarei. Se não for útil, não estarei ".

A atual situação interna no clube é de incerteza, pois, de acordo com o Presidente, a temporada 2019 para Sampaoli foi de "adaptação", e que para o ano seguinte o argentino terá de bater metas, conquistando título. Sem titubear, Jorge rebate afirmando que deseja um time reforçado para suportar a demanda, e caso contrário ele estará de saída.

Os conselheiros santistas enxergaram a "fumaça" vindo de Sampaoli, e possíveis nomes começam a ser trabalhados internamente. De acordo com o jornalista Cosme Rímoli, Vanderlei Luxemburgo, Rogério Ceni e Felipão são figuras que ganham espaço dentro do clube.

Passados 30 jogos pelo Santos, apesar dos bons números frente ao cargo, o técnico do peixe demonstra sua maior insatisfação com a falta de opções para manter o elenco em alto nível. Durante a temporada sua maior reclamação foi com a falta de transparência da diretoria em não o comunicar antecipadamente da saída de Jean Lucas, peça-chave e titular que estava em ótima fase no meio de campo santista.

Questionado por fazer mudanças radicais no esquema de jogo e na alteração por posições táticas individuais, Jorge Sampaoli tem 15 vitórias, 9 empates e 6 derrotas em seu atual clube. Apesar da multa em R$10 milhões e contrato até o fim de 2020, o futuro de incertezas é o atual momento do Santos.

 

 

VAVEL Logo