Após empate com Athletico-PR no Beira-Rio, Zé Ricardo já projeta Gre-Nal
Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Na segunda partida sob o comando do técnico Zé Ricardo, o Internacional empatou com o Ahtletico Paranaense no Beira-Rio. Rodrigo Lindoso abriu o placar e Rony deixou tudo igual. Após o apito final, o comandante colorado falou sobre a partida.

Gostaríamos de vencer a partida. No primeiro tempo acho que o Athletico Paranaense teve uma ligeira superioridade, principalmente no que diz respeito ao ponto de marcação, que a gente não encontrou.  Com isso o Athletico jogou nas nossas costas na segunda linha. No segundo tempo a gente deu uma corrigida. Acredito que fomos melhores. Perdemos o pênalti, tivemos uma bola na trave, o gol anulado. Poderíamos ter saído daqui com a vitória que não seria injusto”, afirmou Zé Ricado.

O Colorado teve duas oportunidades de ficar em vantagem. A primeira em pênalti desperdiçado por Guerrero, e a segunda em gol anulado também do centroavante. O técnico destacou a proximidade da vitória no duelo de hoje e sua satisfação com o grupo.

“Estivemos perto da vitória, sentimos o gosto da vitória, mas agora é tentar descansar e recuperar. To satisfeito com o rendimento do grupo, especialmente com a maneira que estão encarando as partidas que faltam, essa reta final. Temos muito confrontos diretos, então é continuar trabalhando com humildade e sabendo que a gente quer e precisa pra conseguir o objetivo.

Zé Ricardo já vai ter a oportunidade de comandar a equipe em um Gre-Nal logo em seu terceiro jogo. Ele projetou o duelo e ressaltou a importância de disputar o clássico.

Contra o Grêmio agora é descansar a equipe. Não tem que mudar muita coisa. A ideia que foi proposta pra eles, a ideia do nosso jogo, pra gente conseguir nosso objetivo, é ser ofensivo.  Buscar o jogo , buscar o gol o tempo todo, porque acho que a gente precisa ser carajoso, pra que seja honrado pra conquistar a vaga”, disse sobre a postura da equipe. “É uma honra pra mim estar participando de um Gre-Nal. Um clássico que a gente sempre viu de casa, percebeu a energia que é, então me sinto privilegiado. É importante pra qualquer treinador participar de um Gre-Nal” , completou, falando de seu primeiro clássico.

O comandante colorado falou ainda sobre a condição dos atletas para o clássico, principalmente de D’Alessandro.  Falou também sobre a maneira da sua equipe jogar.

"Conversei com ele e todos atletas do elenco. Uns mais formais e outros informais. Vamos ver  com a preparação física como ele vai se apresentar amanhã e sábado. Não descarto jogar de uma forma ou outra. Não disse em nenhum momento que o Inter vai abandonar a maneira que jogou com o Odair, até porque teve ótimas partidas."

Grêmio e Internacional fazem o maior clássico do sul brasileiro às 18h do domingo (03).

VAVEL Logo