Em segundo tempo frenético, CRB cede empate ao Oeste nos acréscimos e dificulta acesso
Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

O CRB teve a vitória nas mãos em muitas oportunidades no jogo contra o Oeste. A partida foi disputada na tarde deste sábado (2), na Arena Barueri, em Barueri/SP, válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2019. O time alvirrubro foi melhor em boa parte do tempo, teve dois gols anulados, ficou duas vezes à frente do placar, mas não saiu vencedor. O confronto foi intenso, principalmente na etapa final, com duas viradas, e terminou empatado em 3 a 3. Fábio, Thiaguinho e Cléber Reis marcaram os gols paulistas, enquanto os alagoanos marcaram com Alisson Farias e Léo Ceará (duas vezes).

O resultado não foi bom para ninguém, mas a equipe da casa ficou mais satisfeita pelas circunstâncias em que obteve o ponto. O Rubrão ocupa a 14ª colocação, com 39 pontos, seis acima do Figueirense, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. Por outro lado, o Galo teve suas chances de acesso praticamente sepultadas ainda que permaneça no sexto posto, com 47 pontos. O problema é que restam seis jogos e o clube precisa tirar quatro pontos de diferença ao Atlético-GO, quarto colocado.

As equipes voltam a entrar em campo na noite da próxima terça-feira (5). O Oeste volta a jogar na Arena Barueri e enfrenta o Botafogo de Ribeirão Preto às 19h15. Um pouco mais tarde, às 21h30 (horário de Brasília), o CRB tem mais um páreo fora de casa; desta vez, enfrenta o Cuiabá na Arena Pantanal, em Cuiabá/MT.

Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC
Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

Quatro gols marcados, um válido: CRB na frente

O primeiro tempo foi completamente dominado pelo CRB, mesmo em território adversário. Em menos de dez minutos, foram dois gols marcados e ambos anulados. Aos seis minutos, Alisson Farias cobrou falta e mandou na cabeça do zagueiro Wellington Carvalho, que desviou para o gol, mas em posição irregular. No lance seguinte, após boa troca de passes, a jogada ofensiva foi invalidada pelo impedimento do ataque. Motivado pelo bom início, Iago quase deixou sua marca quando bateu cruzado depois de receber primoroso lançamento de Alisson Farias, mas o goleiro Luís Carlos fez a defesa. E o próprio Alisson Farias também tentou em jogada individual e tirou tinta da trave.

Passados os 20 minutos de pressão e bombardeio regatiano, o Oeste soube se impor e também ofereceu perigo ao gol defendido por Andrey, principalmente nos minutos finais. Foram três chances destacadas. Na primeira, Salomão avançou em velocidade, passou pela marcação e encheu o pé. Na segunda, Mazinho cruzou, Fábio desviou e Wallace Bonilha também chutou forte. A bola ficou presa na defesa adversária e saiu. Na sequência do lance, a terceira oportunidade. Aos 43 minutos, Elvis bateu escanteio e o próprio Wallace Bonilha completou para o gol depois de desvio, mas o gol foi anulado.

Quando tudo encaminhava ao encerramento da etapa inicial sem gols, o CRB voltou a dar as caras e mostrou as razões de ser um visitante bem indigesto. Aos 47 minutos, Daniel Borges alçou bola na segunda trave, Alisson Farias dominou e finalizou para abrir o placar e sair com a vantagem.

Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC
Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

Segundo tempo intenso e movimentado

A etapa complementar foi totalmente oposta quanto ao time que apresentou melhor desempenho. O Oeste acordou e fez valer o mando de campo para dominar e pressionar a fim de buscar o empate, apoiado também pelo fato do CRB ter a preocupação inicial de sustentar a vantagem. Na primeira tentativa, Matheus Oliveira emendou forte chute e o goleiro Andrey fez defesa. Na segunda chance, o atacante Fábio estava livre de marcação, mas completou cruzamento de Elvis com cabeceio para fora do gol.

Mas, na terceira finalização, os mandantes conseguiram balançar as redes. Elvis novamente cruzou, Roberto finalizou, Andrey deu rebote e Fábio completou para igualar o jogo aos 19 minutos. Aos 22, Thiaguinho aproveitou a sobra na entrada da área, dominou e estufou as redes para virar o jogo em muito pouco tempo. Aí foi a vez da partida mudar de direção e os papéis serem invertidos. O técnico Marcelo Cabo deixou o CRB ainda mais ofensivo com a necessidade de partir ao tudo ou nada para que as possibilidades de acesso à elite permanecessem em voga e, assim como o adversário, veio a virada relâmpago.

Aos 38 minutos, Elton completou jogada de Alisson Farias ao aparecer e finalizar para a defesa muito boa de Luís Carlos. No escanteio, Igor Cariús desviou e Léo Ceará completou para novamente igualar o marcador. Aos 44, o contra-ataque novamente foi o recurso do Galo para balançar as redes. Em boa jogada pelo lado direito, Willians Santana rolou para Léo Ceará. Dentro da área, o centroavante dominou e mandou no ângulo, sem chances de defesa. Era a virada regatiana. Porém, assim como ocorreu no primeiro tempo, veio o gol em um momento que poucos esperavam. Aos 47, chutão para a área e o zagueiro Cléber Reis subiu mais alto para finalizar o movimentado confronto.

VAVEL Logo