Com um a mais, Figueirense fica no empate com Coritiba e
segue no Z-4
Foto: Divulgação / Coritiba

Figueirense e Coritiba se enfrentaram nesta sexta-feira (08), no Orlando Scarpelli. O confronto foi válido pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida terminou empatada em 1 a 1. Robson abriu o placar para o Coxa e Rafael Marques deixou tudo igual. Os gols saíram no segundo tempo.

A partida

Aos 12 minutos, a primeira grande chance da partida foi para o Figueira. Rafael Marques recebeu o passe de Luis Ricardo e tocou Fellipe Matheus. O meia invadiu a área e mandou por cima do gol de Muralha. O Coxa respondeu aos 16, com Sabino. Após cobrança de falta, o zagueiro cabeceou e também mandou por cima.

Na sequência, foram da equipe visitante as melhores oportunidades. Aos 22 minutos, Kelvin cruzou para Robson. O atacante cabeceou e acabou mandando para fora. Já aos 24 foi a vez de Giovanni tentar para o Coxa. O meia chutou da entrada da área e a bola parou na trave.

Mas foi o Figueirense que quase abriu o placar. Aos 35, Diogo Mateus derrubou Breno na área e o árbitro marcou pênalti para os donos da casa. O lateral direito do Coritiba levou o segundo amarelo no lance e foi para o chuveiro mais cedo. Fellipe Mateus cobrou e o goleiro Muralha fez a defesa.

O segundo tempo começou com o Coxa abrindo o placar, com Robson. Com menos de um minuto de jogo, Juan Alano tocou para o atacante, que enganou o lateral Luis Ricardo e o goleiro Pegorari ao fingir um chute.

Com os dois no chão, o jogador marcou o primeiro gol da partida. Com mais uma ótima defesa, Muralha evitou o gol de empate aos oito minutos. Luis Ricardo cabeceou e o goleiro fez a defesa. Na sequência, Rafael Marques tentou e parou novamente no arqueiro do Coritiba.

Em vantagem numérica desde o primeiro tempo, o Figueira chegou aos 17, com Fellipe Mateus. O meia cobrou falta na barreira. Betinho pegou o rebote e a bola foi bloqueada de novo.

Em seguida, o camisa 12, que perdeu pênalti na primeira etapa, mandou por cima do gol. O empate veio aos 23 minutos, com Rafael Marques. Luis Ricardo cruzou na área, a bola desviou e ficou com o atacante, que mandou de primeira para o gol e deixou tudo igual na partida.

Agora tentando a virada, o Figueirense chegou de novo com seu camisa nove, aos 28. Conrado cruzou para Rafael Marques, que cabeceou. No entanto, a bola foi para fora. Aos 31, foi o Coritiba que assustou. Juan Alano recebeu o passe e bateu para o gol. Pergorari fez a defesa e evitou que os visitantes voltassem a ficar em vantagem no placar.

Nos acréscimos, os donos da casa ensaiaram uma pressão. Aos 47, Jefferson Renan cruzou para Gustavo Poffo, que cabeceou para fora e a bola saiu em tiro de meta para o Coxa. No lance seguinte, foi a vez de Betinho tentar o chute. Aos 48 minutos, o volante chutou de fora da área e a bola passou perto da trave.

Com o resultado, o Figueirense chegou aos 35 pontos e igualou o número de pontos do Londrina, primeiro clube fora da zona de rebaixamento. No entanto, o clube catarinense perde no número de vitórias e segue em 17º, na zona da degola.

Enquanto o Coritiba chegou aos mesmos 54 pontos do Atlético-GO e o ultrapassou na tabela, devido ao número de vitórias e agora é o terceiro colocado. No entanto, o Dragão ainda joga nesta rodada e pode voltar à frente. Mesmo assim o Coxa permanece na zona de classificação para a elite do Brasileiro.

O próximo compromisso das equipes é na terça-feira (12), pela 35ª rodada da Série B. O Coxa enfrenta o Brasil de Pelotas, no Bento de Freitas, às 19h15. Mais tarde, o Figueira tem a Ponte Preta pela frente. O confronto será no Moisés Lucarelli, às 20h30.

VAVEL Logo