Roger Machado diz que o Bahia ‘proporcionou ao Flamengo a definição da partida’
Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia visitou o Flamengo no estádio do Maracanã, determinado encerrar o jejum de cinco rodadas sem vencer e atrapalhar a festa do líder. A princípio, o desejo da equipe baiana parecia que seria concretizado, mas acabou sucumbindo a habilidade do time Rubro-Negro que reverteu o placar e saiu com o triunfo.

O técnico do Esquadrão de Aço, Roger Machado, mesmo diante da derrota conseguiu ver pontos positivos na partida, na postura do time e falou sobre isso em entrevista coletiva à imprensa após o apito final.

"70% do jogo fizemos um jogo de altíssimo nível contra o ataque artilheiro da competição, uma mobilidade grande. A partir dos 20 minutos, o Flamengo, pelo controle e pela qualidade, tomou o controle técnico. Se dá pra dizer que fica algo bom, foi no primeiro tempo e parte do segundo tempo, num nível muito parecido com o que vinhamos fazendo".

Para o treinador do Tricolor a busca pelo contra-ataques foi treinada durante as atividades na semana e o que faltou foi uma eficiência nas jogadas de profundidade.

"Tivemos um dia de descanso a mais que o Flamengo. Tive, depois de um mês 20 minutos de treino com todo pessoal. Vários contra-ataques foram em cima das atividades. É passar confiança para os atletas, para eles confiarem na capacidade individual e na estrutura. O Marco foi porque machucou, o Gilberto porque a velocidade dele era apropriada. Mantivemos a estrutura com o João no meio, que tem força para marcar, os arrastos por dentro, os ataques em profundidade ... Não fomos eficientes e proporcionamos ao adversário a definição da partida". 

Com o resultado negativo, o Tricolor chega a seis jogos sem triunfos, no momento ocupa a  9ª posição na tabela com 43 pontos. O próximo compromisso do Bahia será contra o vice-líder do Brasileirão, Palmeiras, no domingo (17), às 16h00 (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

VAVEL Logo