Sem jogar bem, Valentim valoriza os três pontos: "Importantíssimo"
Foto: Vitor Silva/Botafogo FR

Precisando da vitória para sair da zona de rebaixamento, o Botafogo recebeu o lanterna Avaí nesta segunda-feira (11), no estádio Nilton Santos. Com apoio de quase 20 mil torcedores o Glorioso venceu por 2 a 0, mas não teve uma boa atuação. O primeiro gol foi contra e o segundo de Diego Souza (de pênalti), que começou mais uma vez no banco de reservas. Depois do jogo o técnico Alberto Valentim falou sobre a atuação da sua equipe e comemorou o resultado que tirou o time do Z4.

"Acredito se fizéssemos o primeiro gol ali, teríamos mais tranquilidade. Ficou um pouquinho de ansiedade talvez. Infelizmente não fomos tão brilhantes como queríamos, mas hoje mais importante do que uma partida bem jogada, o que queremos também, era importantíssimo somar os três pontos."

O treinador também falou dos erros cometidos pelo time e de ter recuado após o primeiro gol que saiu no início do primeiro tempo.

"Hoje nós não jogamos muito bem, erramos muitos passes e finalizações. Podíamos ter matado o jogo depois de termos feito 1 a 0. Nossa ideia não era baixar muito a linha de marcação, foi uma coisa que cheguei a conversar com os jogadores. Fazíamos linha de cinco atrás com muito antes com o Avaí trabalhando a bola no campo defensivo. Foi o que consegui ver vídeo com lances do primeiro tempo que o Fernando (auxiliar) me separou do primeiro tempo."

A partida foi marcante para o atacante Rhuan, que fez sua estreia como titular e teve boa atuação e para Diego Souza que marcou após longo jejum. Valentim falou sobre a substituição do jovem e se Diego voltou a ser opção para as partidas.

"Gostei do Rhuan, a gente poderia ter aproveitado mais a velocidade dele e o um contra um dele, apesar de ele ter ganhado alguns confrontos individuais. Primeiro que Diego e os demais jogadores serão sempre importantes para o Botafogo. Sempre. Não só o Diego Souza, todos os jogadores, até os que não vieram hoje. Iguais. Talvez eu tenha me precipitado um pouco em tirar o Rhuan. Talvez tenha sido um erro. Minha ideia era que Lucas Campos entrasse muito forte pelo lado direito e que o Léo (Valencia) marcasse muito forte para que não baixássemos mais a linha. Acho que me precipitei um pouco em tirar o Rhuan."

Alberto Valentim elogiou a torcida que marcou presença numa segunda-feira chuvosa.

"Sinceramente, vou falar uma coisa de coração. Já até trabalhei na minha época de auxiliar vendo estádio com torcedor muito ansioso. Hoje não foi, nosso torcedor está ajudando muito. Estou falando de verdade. Acredito que o que mais pesou foi o fato de não termos conseguido fazer um segundo gol e com chances claras. Com chances claras não de matar, mas de fazer o 2 a 0. A torcida quando não se agrada com uma substituição, e eu admiti que poderia esperar um pouquinho mais com o Rhuan, o torcedor está vendo as coisas. O torcedor está vendo coisas e conseguiu ver melhor do que eu."

O treinador ainda falou sobre olhar pra frente e em somar pontos fora de casa contra o Athletico.

"Muito importante vencer na situação em que estávamos. Não temos que olhar para trás, temos que olhar para agora. Nosso campeonato recomeçou agora. Só tem que olhar para essas seis partidas que faltam. Principalmente em semana cheia é importante, passa a semana toda com três pontos. Distanciamos mais um pouco dos times que lutam contra o rebaixamento."

"Nós precisamos ganhar. Falo de ganhar os jogos que muita gente não espera. O Athletico é muito difícil de se enfrentar na Arena, e nós temos que dar uma resposta boa para nós em relação à classificação. Para nos afastarmos do time que cairia hoje ou manter a distância."

VAVEL Logo