Lesionado, Héctor Bustamante é dúvida para restante de temporada do CSA
Héctor Bustamante, atacante do CSA (Foto: Augusto Oliveira/RCortez/CSA)

O CSA vive um dilema. O time ainda acredita na permanência na elite do futebol nacional, mas, aos poucos, a ideia do rebaixamento começa a ganhar força pela situação do clube na tabela do campeonato e os poucos jogos que restam para terminar a temporada. Como ninguém no grupo adotou o discurso de que tudo está perdido e que as partidas finais são apenas para cumprir tabela, o elenco segue em preparação para a próxima rodada, que pode ser ainda mais decisiva em relação ao futuro do clube no Brasileiro.

Na atividade realizada no Centro de Treinamento Gustavo Paiva, o Mutange, os atletas que foram titulares na derrota contra o Fortaleza no último fim de semana ficaram na academia para treinos de recondicionamento físico e regeneração muscular. No gramado, o técnico Argel Fucks comandou o já rotineiro treino técnico e tático com o restante dos jogadores. No final do treinamento, mais uma vez o quesito finalização foi especificado. O time voltou a sofrer muitos gols ao mesmo tempo que marca poucos, o que traz resultados negativos e piora o já desastroso saldo de gols, e esse fato já resultou em incômodo público do próprio comandante marujo.

O treinador tem uma baixa confirmada. O atacante Héctor Bustamente está fora de mais uma partida e pode desfalcar o Azulão do Mutange até o fim da temporada, o que impossibilita o jogador paraguaio de entrar em campo. O jogador sentiu lesão na virilha há uma semana, não viajou a Fortaleza e recebeu o diagnóstico mais preciso de que o prazo de recuperação se estende por mais duas semanas, o que totaliza quatro semanas ou um mês fora de combate. Tudo vai depender de como será o processo de recuperação. Em compensação, Argel ganha o retorno do meia Jonatan Gómez, que cumpriu suspensão na última rodada e volta ao time titular.

Dessa maneira, a única dúvida no momento é como vai ser formado o meio de campo. Dawhan deve voltar a atuar como lateral-direito, enquanto Euller e Warley brigam por uma vaga. A depender do jogador escolhido, Apodi pode jogar na direita ou na esquerda. Celsinho corre por fora e jogaria em uma faixa mais adiantada do campo, mas as possibilidades disso acontecer são inicialmente reduzidas. Assim, o provável formação titular azulina deve contar com João Carlos; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; João Vitor e Jean Cléber; Apodi, Jonatan Gómez e Euller (Warley); Ricardo Bueno.

O CSA tem 29 pontos e ocupa a 18ª e penúltima colocação, a sete do Cruzeiro, primeira equipe acima da zona de rebaixamento. Para permanecer na elite, o time precisa fazer sua parte e vencer os cinco jogos para depois analisar o desempenho dos concorrentes (Fluminense, Cruzeiro, Ceará e Botafogo). O Azulão volta a entrar em campo às 20 horas da próxima segunda-feira (25), quando enfrenta o Fluminense em confronto vital e direto pela sobrevivência no Estádio Rei Pelé, o Trapichão, em Maceió/AL. A partida será válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2019.

VAVEL Logo