Após acesso do Sport, Guto Ferreira dispara: "Não é qualquer coisa que vai me tirar daqui"
Anderson Stevens/Sport Clube Recife

A noite de quarta foi de festa para os torcedores do Sport e de saudação para ao treinador Guto Ferreira pela conquista do acesso. O estádio Ilha do Retiro estava lotada para ver a vitória por 2 a 1 do Rubro-Negro diante da Ponte Preta de virada.

Após um jogo emocionante onde a Macaca abriu o placar, o Sport foi guerreiro e conseguiu o revés, garantindo o acesso a Série A mesmo faltando um jogo ainda. Com o apito final da partida, a torcida invadiu o campo para festejar o triunfo. 

Cercado por torcedores, o treinador foi solicito com os rubro-negros, tirou fotos, ouviu seu nome ser entoado pela torcida, mas a camisa de Guto começou a ser arrancada e ele teve que contar com a ajuda de seguranças do clube para o campo.

Em entrevista coletiva, o técnico falou da alegria, da festa dos torcedores e ressaltou que poderia ter sido mais tranquila.

"É uma situação que ela é boa, mas ... No Bahia por duas vezes a gente subiu a ladeira passando no meio da torcida, para ir ao estádio. O acesso do Bahia também. Aqui estava diferente, porque lá tinha segurança. Aqui não ia acontecer nada ruim. Mas eles estavam com a emoção à flor da pele, acaba sufocando. Não tenho problema nenhum de estar no meio deles, mas de maneira mais tranquila. É uma energia muito forte".

Mesmo em meio a alegria da conquista do acesso antecipada, Guto falou sobre o futuro e preocupações daqui pra frente com o time.

Estou feliz aqui no Sport, mas temos que ver o projeto para a temporada seguinte. Não é qualquer coisa que vai me tirar daqui, tem que ser algo que me atraia. Não sou de subir em qualquer barca. Se tiver a possibilidade de realizar um grande trabalho aqui, continuarei aqui”.

O técnico aproveitou a oportunidade para fazer alguns agradecimentos direcionados principalmente aos seus comandados, a torcida e aos funcionários do Leão da Ilha.

“Hoje, não quero falar sobre a partida. Vou falar sobre o trabalho que começou em fevereiro, com muita dificuldade. Quero agradecer aos funcionários, jogadores… Entenderam desde o primeiro dia o que queríamos, formaram um ambiente sadio. Destaco o esforço da direção para fazer o melhor. Agradeço à torcida por estar sempre ao nosso lado. Agora eles podem comemorar”.

Vale lembrar que o Campeonato Brasileiro Série B ainda não acabou para o Sport, falta uma rodada. O time volta a campo contra o Atlético-GO no próximo sábado (30), às 16h30 (horário de Brasília), no estádio Antônio Accioly.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo