Jorge Jesus ameniza derrota contra Liverpool: “Jogamos contra os melhores do mundo”
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Liverpool e Flamengo se enfrentaram, neste sábado (21), pela final do Mundial de Clubes da FIFA. Com gol de Roberto Firmino, os ingleses derrotaram os cariocas por 1 a 0 e, pela primeira vez, sagraram-se campeões mundiais.

Após a partida, o treinador Jorge Jesus foi questionado sobre as saídas de De Arrascaeta e Everton Ribeiro. Após a saída dos dois atletas, a equipe comandada pelo português perdeu a criação.  

“Mexemos porque havia jogadores cansados durante o jogo. Era importante ter mais velocidade. Tiramos dois jogadores importantes, mas Everton Ribeiro e Arrascaeta não conseguiam mais chegar com a bola”, ressaltou o técnico. 

Ainda que a equipe brasileira sofreu a derrota na final da competição, na prorrogação, Jesus elogiou a maneira que a equipe jogou e ressaltou que não “precisou de suas grandes referências”.

“O Flamengo fez um jogo extraordinário e não precisou ter suas grandes referências para alcançar um alto nível. Temos três grandes referências (Bruno Henrique, De Arrascaeta e Gabriel Barbosa) que hoje não estiveram no nível dos jogadores deles. Se estivessem, o Flamengo ainda seria uma equipe muito mais forte”.

O técnico luso também disse que foi um confronto entre duas grandes equipes e que os mínimos detalhes foram determinantes para a decisão. O treinador também disse que jogaram contra os melhores do mundo.

“Jogamos contra os melhores do mundo. Foram duas grandes equipes, quem fizesse um gol seria o vencedor. Sofremos um gol em um contra-ataque, estávamos prevenidos para isso, mas a qualidade individual foi determinante”.

Por fim, Jorge Jesus rasgou elogios à equipe do Flamengo e ressaltou que tem “grande orgulho” de trabalhar com seus atletas. 

“Tenho grande orgulho de ser treinador desses jogadores e de ter montado uma equipe com muita qualidade, hoje foi demonstrado. A partida mostrou duas equipes do mais alto nível do mundo”, finalizou Jesus.

VAVEL Logo