Chapecoense enfrenta União ABC na estréia da Copa São Paulo de Futebol Júnior 
Foto: Divulgação Chapecoense

A Chapecoense entra em campo pela Copa São Paulo de Futebol Júnior nesta sexta-feira (03), às 15h15, diante do União ABC. O campeonato é a maior competição de futebol júnior do Brasil. Neste ano, o Verdão terá nove jogadores abaixo da idade, entre 15 e 17 anos, visando dar experiência aos atletas. 

O treinador Max Sandro de Oliveira é o comandante na sexta participação da equipe catarinense e enfatiza a força do elenco. "É um equipe jovem e estamos trabalhando bastante na formação. O atleta com perfil mais jovem permite que a gente trabalhe mais o conteúdo e consiga extrair o melhor deles. Não descartando os jogadores que vão para o último ano, que tem bom nível técnico. Eu estou muito feliz com o grupo. Está bem homogêneo. A equipe vai estar forte”, finalizou.   

Mas o Verdão também conta com um atletas do sub-20 veteranos no campeonato, como é o caso de Vinicius Xavier, o Foguinho. "Essa é minha terceira Copinha, joguei em 2018, 2019 e estou indo pela primeira vez pela Chapecoense. A expectativa é de fazer uma boa competição agora, o nosso time está trabalhando bem, "tá" todo mundo focado e a gente espera aparecer bastante, até para subir pro profissional da Chapecoense e outros times que vão ver também", explicou Foguinho. 

O grupo na competição 

Presente no Grupo 22 da Copinha, a Chape enfrenta hoje o União ABC, enquanto o São Raimundo duela contra o União Suzano, na fase classificatória. Os quatro clubes enfrentam-se uma única vez e os dois primeiros passam para a próxima etapa. Em 2019, a equipe catarinense não conseguiu passar da primeira fase. 

A melhor campanha da Chape na Copinha foi em 2017, quando o time conseguiu alcançar as quartas de final da competição. O destaque, na época, era o goleiro Tiepo - hoje um dos principais jogadores do time profissional do Verdão. O treinador Max Sandro vê aquela campanha como um espelho para 2020. 

“A gente sabe que encontrará dificuldades desde a primeira fase e isso vai aumentando da segunda, terceira fase em diante. Nosso objetivo é iniciar bem, respeitando muito os nossos adversários, mas sabendo que temos potencial para avançar na competição. Esperamos fazer uma participação tão boa quanto foi a de 2017, com uma campanha forte e em que possamos mostrar o nosso trabalho”, enfatizou o técnico. 

VAVEL Logo