Títulos e acesso: Marcelo Cabo estabelece metas do CRB para
temporada 2020
Foto: Gustavo Henrique/CRB

No primeiro dia útil do ano de 2020, o CRB abriu as portas de seu centro de treinamento para as atividades iniciais de mais uma temporada intensa e movimentada. Quem apareceu no Ninho do Galo foi a comissão técnica regatiana. O técnico Marcelo Cabo concedeu entrevista coletiva e falou sobre vários aspectos tradicionais em um início de ano: montagem do elenco, expectativas para a temporada e objetivos a serem buscados. Cabo comentou que conquistas pessoais nos últimos anos o deixa capacitado a colocar o Regatas de volta ao caminho dos títulos – o último foi conquistado no Campeonato Alagoano de 2017.

“O clube fez uma Série B muito boa e quase subiu. A gente tem a missão de títulos e acessos, não pode ser diferente. Costumo dizer que um profissional tem êxito na sua carreira com conquistas, títulos e acessos. Nesses últimos quatro anos, eu tenho um título nacional, um vice-campeonato nacional, dois títulos estaduais. Eu, junto com a equipe e a diretoria, vou ter a missão de buscar títulos e acessos. A gente sabe que não é fácil, são competições muito difíceis, mas estamos nos preparando para sermos competitivos”, afirmou.

Até o momento, foram quatro renovações contratuais de atletas que estiveram na equipe na temporada passada e 16 contratações. Todos os novos jogadores têm rodagens por grandes clubes ou grande número de atuações em 2019. De acordo com o treinador alvirrubro, o objetivo inicial é ter um elenco mais reduzido para que contratações pontuais venham no segundo semestre.

Foto: Gustavo Henrique/CRB
Foto: Gustavo Henrique/CRB

“A diretoria tem trabalhado bastante, talvez cheguem a dois ou três jogadores, mas eu não quero trabalhar com o grupo muito inchado. Assim, teremos margem para que, ao longo da temporada, possamos trazer outros jogadores pontuais. A gente vai trazer também aqueles que o mercado oferecer dentro da temporada. Por isso que quero começar com um grupo bem enxuto, para que a gente possa trazer novos jogadores durante as competições, para que cheguemos à Série B com o elenco muito forte. A gente ficou desde o final da Série B até hoje trabalhando bastante, sempre conectados e com reuniões pessoais para que pudesse buscar as contratações necessárias. Em todas as posições, a gente tinha três nomes e sempre tentava aquela que achávamos que seria melhor para nós”, concluiu.

O CRB tem o primeiro desafio de 2020 na terça-feira (21), quando enfrenta o Imperatriz no Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz/MA, pela abertura da Copa do Nordeste. O treinador do CRB falou que conhece o adversário e sabe das dificuldades que vai encarar diante do Cavalo de Aço.

“O treinador do Imperatriz vem fazendo um grande trabalho. Nós já saímos em desvantagem, eles estão treinando desde o início de dezembro, já fizeram dois amistosos. A gente está bem antenado em todos os passos do Imperatriz para que a gente não seja surpreendido nessa estreia. Eu conheço bem o Estádio Frei Epifânio, já trabalhei no Campeonato Maranhense. É um estádio muito difícil de bater o Imperatriz, mas a gente vai tentar formatar uma equipe competitiva, apesar de pouco tempo de pré-temporada para trazer os três pontos”, concluiu.  

VAVEL Logo