Léo Gamalho retorna a Alagoas e traça meta no CRB: “Corresponder
confiança depositada”
Léo Gamalho, centroavante do CRB | Foto: Maxwell Oliveira/CRB

A tarde desta sexta-feira (3) foi de novidades no CRB. A maioria do elenco foi apresentada e fez os primeiros trabalhos físicos no campo principal do CT Ninho do Galo, na cidade de Barra de São Miguel/AL. O primeiro jogador a conceder entrevista coletiva à imprensa foi o atacante Léo Gamalho. A missão do centroavante com a camisa regatiana é manter a boa quantidade de gols ao ponto de superar Léo Ceará, artilheiro na temporada anterior com 14 gols. No Criciúma em 2019, Gamalho marcou 13 gols em 36 partidas.

O atleta esteve em Alagoas no ano de 2013, quando defendeu o ASA. Foi um dos principais nomes da equipe naquele ano, quando o Alvinegro Arapiraquense foi vice-campeão da Copa do Nordeste 2013, mas foi rebaixado à Série C 2014. Léo Gamalho deixou claro que o interesse da diretoria alvirrubra era antigo e, desta vez, tudo deu certo para sua chegada ao CRB. Tal fato ocorreu com mais intensidade em 2013. Quando o jogador saiu do ASA, o CRB foi um dos clubes que fizeram proposta para contratá-lo, mas o Ceará levou a melhor.

“Fico feliz em jogar no CRB. Já estavam há algum tempo querendo minha contratação e para o jogador isso é muito bom. Espero corresponder a confiança que foi depositada em mim. Minha passagem em Alagoas foi boa na equipe do ASA. Fomos vice-campeões da Copa do Nordeste, pegamos equipes fortes naquele ano [inclusive o Flamengo na Copa do Brasil] e conseguimos passar. O torcedor tem uma boa recordação de mim e eu também guardo uma boa recordação de Alagoas”, disse.

Léo Gamalho, centroavante do CRB | Foto: Maxwell Oliveira/CRB
Léo Gamalho, centroavante do CRB | Foto: Maxwell Oliveira/CRB

Léo Gamalho tem 33 anos e, desde que passou pelo ASA, atuou no Ceará, Santa Cruz, Bahia, Avaí, Nacional/URU, Goiás, Ponte Preta, Pohang Steelers/COR e Criciúma. Na maioria destes clubes, principalmente os brasileiros, teve boa quantidade de jogos e de gols. No CRB, espera manter os bons números como principal referência no ataque para chegar à Série A de 2021.

“A gente vai buscar. Jogador fica marcado por isso e o torcedor vive de títulos, é o que nos marca na história do clube. A gente que está chegando tem que pensar dessa maneira, mas sabemos que o momento agora é de trabalhar bastante”, finalizou.

Os trabalhos seguem com mais intensidade nos próximos dias. Estiveram ausentes das atividades os volantes Bruno Cosendey e Carlos Jatobá, além dos atacantes Dudu, Erick e João Carlos, que não puderam se apresentar junto com o restante do grupo. O CRB entra em campo para uma partida oficial no dia 21, às 20 horas, quando enfrenta o Imperatriz no Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz/MA, pela abertura da Copa do Nordeste. Além do Nordestão, o Galo irá disputar o Campeonato Alagoano, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série B neste ano de 2020.

VAVEL Logo