Presidente do CSA, Rafael Tenório afirma que ‘retornar à
Série A é grande objetivo’
Comissão técnica e principais diretores do CSA na apresentação da equipe para temporada 2020 | Foto: Augusto Oliveira/RCortez/CSA

Em 2019, o CSA chegou ao ponto mais alto de sua história recente ao disputar a Série A depois de 32 anos e concretizar um projeto de ascensão que recolocou o clube alagoano nas páginas gloriosas. Porém, a equipe não atingiu o principal objetivo de permanecer na elite do futebol brasileiro. De volta à Série B, sem dívidas trabalhistas e mais estruturado financeiramente, o Azulão do Mutange iniciou a temporada 2020 na tarde desta sexta-feira (3), ainda no Centro de Treinamento Gustavo Paiva, no Mutange, em Maceió/AL.

Além dos diretores, a nova comissão técnica e 14 dos 22 atletas apareceram e foram apresentados. Vários personagens falaram no primeiro dia de trabalho no atual bicampeão alagoano. O presidente do clube, Rafael Tenório, afirmou que os erros de 2019 não são repetidos em 2020 no que se refere à montagem do elenco. O próprio mandatário afirmou que loucuras foram feitas no ano passado. Agora, estas não terão vez.

“Estamos trazendo atletas que estão em plena atividade, com experiência, mesclando com jovens. No ano passado, trazíamos jogadores que jogaram no Flamengo, mas que estavam na Tailândia, por exemplo. Ao longo do campeonato, fizemos loucuras. Tivemos duas opções: botar o filho para ir à Disney ou pagar o colégio. Escolhemos a segunda opção. O atleta precisa querer vir e será muito bem-vindo. Esse ano não terá leilão. Aprendemos muito com a Série A. Retornar para lá é o nosso grande objetivo em 2020. A Série A não é o bicho-papão que dizem. Se o campeonato começasse hoje, estaríamos na permanência. Nós sempre priorizamos o planejamento e os pés no chão. Agora posso dizer que o CSA é um time mais forte e propenso a ter êxito nas competições que disputar em 2020”, falou.

O técnico Maurício Barbieri também conversou com a imprensa e falou sobre suas primeiras impressões no clube azulino e sobre suas ideias de jogo a serem implantadas no Mutange. Vieram com Barbieri o auxiliar Claudio Maldonado (ex-jogador de Flamengo, Corinthians, São Paulo, Cruzeiro, entre outros clubes) e o analista de desempenho Guilherme Augusto. Permanecem na comissão técnica do CSA o auxiliar Jacozinho, os preparadores físicos Luís Gustavo e Anderson Gustavo, os preparadores de goleiros Gustavo Scalese e Jobson Bezerra, além do analista de desempenho Douglas Sartor.

“O projeto do CSA é muito grande. Não apenas no contato comigo, mas com os atletas. É muito tentador o planejamento para esse ano. Então, diante do que estamos vendo do trabalho da diretoria e o que teremos em campo, queremos um time corajoso para buscar grandes resultados em todas as competições”, explicou.

Técnico do CSA, Maurício Barbieri, ao lado de seu principal auxiliar, Claudio Maldonado | Foto: Augusto Oliveira/RCortez/CSA
Técnico do CSA, Maurício Barbieri, ao lado de seu principal auxiliar, Claudio Maldonado | Foto: Augusto Oliveira/RCortez/CSA

Quem também falou com a imprensa foi o lateral-esquerdo Rafinha. O jogador é o único que está desde o início da gestão comandada pelo presidente Rafael Tenório, em setembro de 2015. Pouco utilizado em 2019, mas com espaço retomado na titularidade durante a reta final do Campeonato Brasileiro da Série A, o jogador afirmou estar com a mesma motivação e espera ter mais atuações com a camisa azulina.

“Tive poucas oportunidades no ano passado, mas darei o meu melhor para que Maurício Barbieri faça sua escolha. Agora é começar o ano forte, pensando no tricampeonato alagoano e chegar bem na segunda metade do ano. Estou confiante”, disse.

O time segue com as atividades de pré-temporada no Mutange durante todo o mês de janeiro, quando se transfere ao Estádio Nelson Peixoto Feijó, no bairro da Serraria, em Maceió/AL, onde será sua casa transitória até a construção de um novo centro de treinamento. Na manhã deste sábado (4), serão feitos exames laboratoriais e o zagueiro Alan Costa, um dos atletas que renovaram contrato com o clube, irá conceder entrevista coletiva.

O CSA entra em campo no próximo dia 22, quando enfrenta o CEO no Estádio Edson Matias, em Olho D’Água das Flores, no Alto Sertão, pela abertura do Campeonato Alagoano. Além do estadual, competição que os marujos lutam pelo tricampeonato, o Azulão encara a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série B ao longo do ano de 2020.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo