Agora no Atlético-MG, Hyoran busca novos horizontes e presença entre atletas titulares

Ao longo da década, o Atlético-MG possui uma "fama" de recuperar certos jogadores que não estão tendo oportunidades, ou que o rendimento não vem sendo o esperado. Nesta quarta-feira, 15, foi apresentado oficialmente o meia Hyoran, de 26 anos.

Contratado por um ano de empréstimo junto ao Palmeiras, o atleta chegou à Cidade do Galo com o passe fixado. Em três temporadas em São Paulo, Hyoran atuou 61 vezes e marcou 11 gols. Apesar de poucas partidas disputadas, ele acredita que conseguiu fazer o melhor dentro de campo.

"Quando eu tive a oportunidade de jogar, eu acho que fui muito bem. Devido às escolhas (da comissão técnica) eu não tive muitas chances, mas acredito que esse novo ano aqui no Galo as coisas vão ser diferentes. Eu vim pronto para ajudar e mostrar meu potencial dentro e fora de campo".

Se existe um setor em que o Galo está bem servido, é pelos os lados do campo. É onde também que Hyoran gosta de atuar. Mas, se depender dele, está a disposição para ajudar onde for preciso.

"Onde o Dudamel me colocar, eu estou disposto a ajudar. Eu já tive uma conversa com ele, me perguntou onde eu me sentia bem eu jogar e que já havia visto alguns vídeos da minha carreira. Eu disse pro professor que gostava de jogar pelos lados, assim como por dentro. Porém, deixei a escolha com ele".

Sobre a briga pela posição, Hyoran declara que veio para jogar entre os 11, e que toda decisão do treinador do Galo será respeitada.

"Eu vim buscar a titularidade. Se eu não viesse com esse objetivo, não teria motivos para estar aqui (no Atlético-MG). Essa briga por posição tem que ser do grupo inteiro, e vai fazer bem pra todos nós do elenco. Todos já entenderam a metodologia do Dudamel e respeitamos cada escolha".

VAVEL Logo